Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vacina da Janssen aprovada para homens com mais de 18 anos

A vacina da Janssen pode a partir de agora ser administrada a homens com mais de 18 anos, o que deve permitir acelerar o processo de vacinação. Tromboembolias só acontecem a maiores de 60 anos.

João Ruas Marques 08 de Junho de 2021 às 19:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A vacina da Jansse, a farmacêutica americana detida pelo grupo Johnsson& Johnsson, foi esta tarde alargada a todos a população masculina com mais de 18 anos em Portugal, segundo as novas diretivas publicadas no site da Direção Geral da Saúde.

"De acordo com Agência Europeia de Medicamentos (EMA), a COVID-19 Vaccine Janssen está aprovada para prevenção da COVID-19, causada pelo vírus SARS-CoV-2, em pessoas com idade igual ou superior a 18 anos", pode ler-se na diretiva que continua: "Em Portugal, recomenda-se, à data, até novos dados serem conhecidos, que COVID-19 Vaccine Janssen seja utilizada em pessoas do sexo masculino com idade igual ou superior a 18 anos".

A vacina da Janssen é particularmente importante por conferir total imunidade com apenas uma dose, o que a distingue das restantes vacinas formuladas pela Pfizer, Moderna e AstraZeneca que requerem duas doses para alcançar o mesmo nível de imunidade.

À semelhança da vacina da AstraZeneca, também a fórmula da Janssen foi ligada a casos de tromboembolia. Quanto a isso, a diretiva agora publicada esclarece que os fenómenos observados são "extremamente raros" e acontecem "principalmente em pessoas com mais de 50 anos de idade".

Para suportar a decisão já antecipada na semana passada pelo coordenador da task-force para a vacinação em Portugal, o vice-almirante Gouveia e Melo, durante uma cerimónia da Ordem dos Médicos, a DGS explica que "novos dados disponíveis nos EUA indicam um risco particularmente reduzido nas pessoas do sexo masculino, mesmo nos [homens] com menos de 50 anos de idade.

Esta vacina está também autorizada às mulheres com idade igual ou superior a 50 anos "que assim o desejem, se devidamente informadas, numa base de ponderação dos benefícios e dos riscos".

Ver comentários
Saber mais vacinas coronavírus Covid-19 Janssen Johnsson&Johnsson Portugal DGS diretivas da DGS
Outras Notícias