Segurança Social Assunção Cristas: “Propomos avós a dividir licenças de parentalidade”

Assunção Cristas: “Propomos avós a dividir licenças de parentalidade”

A líder do CDS-PP quer que a licença de parentalidade seja alargada para um ano. “É o que acontece nos países nórdicos, com melhores índices de fecundidade”, argumenta.
Assunção Cristas: “Propomos avós a dividir licenças de parentalidade”
Negócios 27 de julho de 2019 às 12:08

Os centristas querem que a licença de parentalidade seja alargada para um ano. "Já tínhamos proposto o alargamento da licença de parentalidade para 210 dias nesta legislatura. Foi rejeitado. Agora propomos passar para um ano", revelou a líder do CDS-PP, em entrevista ao Diário de Notícias (DN) e à TSF.

 

"É o que acontece nos países nórdicos, com melhores índices de fecundidade. Uma parte inicial para a mãe, o resto com flexibilidade entre pai e mãe", argumentou Assunção Cristas.

 

Questionada sobre quanto é que seria o pagamento, adiantou que "pode não ser os 100%, mas que seja próximo", para poder ser repartido entre o pai e a mãe, defendendo, ainda, a possibilidade de "os avós poderem gozar uma parte" da licença de parentalidade.

 

"Isso traz uma grande vantagem para as crianças, até do ponto de vista da saúde. Porque não só há uma grande dificuldade de creches como também sabemos que se uma criança poder ficar um ano em casa está certamente mais protegida", considerou Cristas.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI