Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pensões até 886 euros sobem 1% em 2022

Subida generalizada das pensões tem em conta a evolução da taxa de inflação que tem vindo a aumentar. O Indexante dos Apoios Sociais (IAS) vai subir dos atuais 438,81 euros para 443 euros em 2022.

Reuters
Joana Almeida JoanaAlmeida@negocios.pt 02 de Dezembro de 2021 às 14:15
O Governo aprovou esta quinta-feira, em Conselho de Ministros, a atualização de todas as pensões em linha com a evolução da taxa de inflação que tem vindo a aumentar. A partir de 1 de janeiro, as pensões até 886 euros vão subir 1%, enquanto as restantes terão subidas entre 0,24% e os 0,49%.

A subida generalizada das pensões irá variar consoante os escalões e os valores auferidos. Quem tiver um pensão até 886 euros terá uma subida de 1%, enquanto para quem tem pensões entre 886 euros e 2.659 euros o aumento de 0,49%. Já as pensões acima de 2.659 euros vão crescer 0,24%.

Os valores confirmam os cálculos feitos pelo Negócios com base nos dados provisórios do Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre a inflação. Isto porque a a atualização regular de pensões está dependente do crescimento económico dos últimos dois anos e da inflação sem habitação registada no ano anterior, ou seja, em 2021.

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, sinalizou ainda que o Indexante dos Apoios Sociais (IAS) vai subir dos atuais 438,81 euros para 443 euros em 2022.
Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio