Autoeuropa apresenta na quinta-feira contraproposta às reivindicações dos trabalhadores

A Autoeuropa deverá responder esta quinta-feira às reivindicações dos trabalhadores, que reclamam aumentos salariais de 4% e o pagamento dos domingos como trabalho extraordinário
Bruno Simão
pub
Lusa 05 de setembro de 2018 às 14:45

A administração da Autoeuropa deverá apresentar na quinta-feira uma contraproposta às reivindicações dos trabalhadores, que reclamam aumentos salariais de 4% e o pagamento dos domingos como trabalho extraordinário, disse esta quarta-feira à Lusa o coordenador da Comissão de Trabalhadores.
"Nesta primeira ronda negocial, realizada esta quarta-feira, a administração comprometeu-se a apresentar uma contraproposta às reivindicações dos trabalhadores", revelou à Lusa Fausto Dionísio.
"Os trabalhadores reivindicam aumentos salariais de 4%, o pagamento dos domingos como trabalho extraordinário e um prémio de compensação pela laboração contínua - que inclui o trabalho ao domingo - de Agosto a Dezembro deste ano", acrescentou.
O representante dos trabalhadores lembrou que o pagamento de um prémio em 2019 foi a solução proposta pela Comissão de Trabalhadores, uma vez que a empresa não tinha disponibilidade orçamental para proceder ao pagamento desse prémio pela laboração contínua durante este ano.
No Caderno Reivindicativo para 2019 que apresentou à administração da fábrica de automóveis da Volkswagen em Palmela, a Comissão de Trabalhadores não só defende um aumento salarial de 4%, com um mínimo de 36 euros para cada trabalhador, como também reclama o pagamento do trabalho ao domingo a 100%, tal como o trabalho ao sábado, a par de outras reivindicações pecuniárias que passam pela melhoria de alguns prémios atribuídos pela empresa, e mais dois ou três dias de descanso, além dos 22 dias de férias.
Além destas reivindicações, a CT defende ainda a integração no quadro de pessoal, até Setembro de 2019, de mais 400 trabalhadores com contrato a termo, a garantia da empresa de que não fará nenhum despedimento colectivo durante a vigência do acordo, bem como a entrega extraordinária da quantia de 100 mil euros para o Fundo de Pensões, a dividir de forma igual por todos os trabalhadores aderentes.
A administração da Autoeuropa, que se comprometeu a apresentar uma contraproposta na próxima ronda negocial, marcada para as 13:00 de quinta-feira, só deverá pronunciar-se depois de concluído o processo negocial.

pub