Mercedes ataca Tesla com primeira série de automóveis eléctricos

O plano da Mercedes pressupõe o investimento de 10 mil milhões de euros. O primeiro modelo a ser lançado é o EQC.  
Reuters
Mercedes ataca Tesla com primeira série de automóveis eléctricos
Reuters
Mercedes ataca Tesla com primeira série de automóveis eléctricos
Reuters
Mercedes ataca Tesla com primeira série de automóveis eléctricos
Reuters
Mercedes ataca Tesla com primeira série de automóveis eléctricos
Reuters
Mercedes ataca Tesla com primeira série de automóveis eléctricos
Reuters
Mercedes ataca Tesla com primeira série de automóveis eléctricos
Reuters
Mercedes ataca Tesla com primeira série de automóveis eléctricos
Reuters
Mercedes ataca Tesla com primeira série de automóveis eléctricos
Reuters
Mercedes ataca Tesla com primeira série de automóveis eléctricos
Reuters
Mercedes ataca Tesla com primeira série de automóveis eléctricos
pub
Negócios com Bloomberg 04 de setembro de 2018 às 16:03

A Mercedes, maior fabricante de carros de luxo do mundo, anunciou esta terça-feira, 4 de Setembro, o lançamento da primeira série de automóveis eléctricos com baterias, num projecto de 10 mil milhões de euros que pretende combater o domínio da Tesla neste segmento de carros de luxo.

A "crossover" Mercedes EQC será a primeira unidade da linha EQ, sendo que a produção deverá arrancar já no primeiro semestre do próximo ano, na fábrica de Bremen, onde é fabricada a Class C. Em virtude das suas proporções, o EQC é classificado como um SUV.

Dieter Zetsche, CEO da Daimler, que controla a Mercedes, revelou aos jornalistas em Estocolmo que o lançamento do EQC faz parte de um plano para desenvolver uma série de modelos de elevada qualidade.

O investimento previsto é de 10 mil milhões de euros e o objectivo passa por combater o domínio da Tesla. Uma estratégia que está já a ser seguida por outras marcas, como a Porsche (que lançou o Taycan), a Audi (E-tron) e a Jaguar (I-Pace).   

O objectivo da Daimler passa por ter na sua oferta 10 veículos totalmente eléctricos em 2022, sendo que faz parte dos seus planos investir mil milhões de euros na produção de baterias em oito fábricas em vários pontos do mundo.  
"No que diz respeito à qualidade, segurança e conforto, o EQC é o Mercedes-Benz entre os veículos elétricos, altamente convincente na soma dos seus atributos, que são também acompanhados por um desempenho dinâmico, graças a dois motores elétricos nos eixos dianteiro e traseiro com uma potência combinada de 300 kW (408cv)", refere um comunicado da marca, adiantando que esta "estratégia operacional sofisticada permite um alcance elétrico de mais de 450 km de acordo com o NEDC (dados provisórios)".

pub

Dados técnicos do EQC, fornecidos pela Mercedes:

Emissões de CO2

0 g/km

pub

Consumo de energia (NEDC)

22.2* kWh/100 km

pub

Autonomia (NEDC)

Mais de 450* km

Sistema de Direção

pub

2 motores assíncronos, tração às quatro rodas

Potência em kW (cv)

pub

300kW(408 cv)

Binário máximo

765 Nm

pub

Velocidade máxima

180 km/h (limitada)

pub

Aceleração 0-100 km/h

5.1 s

Bateria

pub

Iões de Lítio

Potência Bateria (NEDC)

pub

80 kWh

Peso da bateria

650 kg

pub

Comprimento / largura (com espelhos) / altura

4,761/1,884 (2,096)/1,624mm

pub

Largura dos eixos (FR/TR)

1,625/1,615 mm

Distância entre eixos

pub

2,873 mm

Capacidade da bagageira

pub

ca. 500 l

Peso vazio/Peso bruto/Carga útil

2,425*/2,930/505 kg

pub

Peso max. reboque(12 %)

1,800 kg

pub

Fonte: Mercedes

pub