Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Veículo da Uber sem condutor mata mulher nos EUA

Este é o primeiro caso conhecido no mundo de um atropelamento mortal por um carro de condução autónoma.

Negócios jng@negocios.pt 19 de Março de 2018 às 17:24
  • Partilhar artigo
  • 13
  • ...

Uma mulher morreu este domingo à noite no Arizona, nos EUA, ao ser atropelada por um veículo sem condutor operado pela Uber. O carro em questão estava em modo autónomo, embora houvesse uma pessoa no interior do veículo.

A vítima foi atropelada ao atravessar a rua fora da passadeira, não dando tempo ao carro, nem a quem seguia lá dentro, de travar o acidente. 

A informação está a ser veiculada por diversos meios norte-americanos, esta segunda-feira, que citam um comunicado da polícia de Tempe. 

No comunicado, é dito que, como consequência, a Uber suspendeu todos os testes que estava a realizar com automóveis sem condutor. Este é o primeiro caso do género registado no mundo.

Numa mensagem difundida através da rede social Twitter, a Uber diz que "partilha este momento de dor com a família da vítima", acrescentando que irá prestar toda a colaboração às autoridades policiais na "investigação deste incidente".

 

Volvo não comenta

 

O carro em causa era da Volvo, que tem uma parceria com a Uber nos veículos de condução autónoma. A fabricante automóvel sueca, cujas acções fecharam esta segunda-feira a cair 1,84%, não quis comentar o sucedido.

 

Quem também se escusou a tecer comentários foi a Daimler [fabricante da Mercedes-Benz], que tem um acordo com a Uber para incluir os veículos autónomos da empresa alemã na sua rede de plataforma electrónica de transporte de passageiros, refere a Bloomberg.

 

Também a japonesa Toyota, que fabrica os veículos que a Uber usa nos seus testes, recusou dizer se o incidente terá impacto na sua relação com a empresa norte-americana [sedeada em São Francisco].

 

Senador diz que urge tomar medidas

 

"O Congresso deve agir" para actualizar as regras, direccionar as fabricantes automóveis no sentido de melhorarem a segurança e munir os reguladores com conhecimentos neste domínio, defendeu entretanto o presidente da comissão do Comércio, Ciências e Transportes do Senado norte-americano, John Thune.

 

Citado pela Bloomberg, Thune declarou que a comissão a que presidente já aprovou uma exigência nesse sentido, estando agora à espera de aprovação pelo Senado.

Ver comentários
Saber mais Uber carros autónomos automóvel
Outras Notícias