Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vendas da SIVA afundam 32,8% em "annus horribilis"

A SIVA acumulou no ano passado quebras nas vendas de todas as marcas que representa. Apesar da “casa-mãe”, a SAG, ter referido dificuldades por problemas de liquidez, a SIVA aponta outras causas para o mau ano.

João Pereira Coutinho é o principal accionista da SAG, ao controlar quase 81% do capital. Uma participação que vale 17,8 milhões de euros e que desvalorizou 3,13 milhões de euros, ou 14,94%, no primeiro semestre.
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 04 de Janeiro de 2019 às 08:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
As marcas representadas pela SIVA apresentam um ponto em comum em 2018: quedas profundas nas vendas.

A Volkswagen, principal marca da SIVA, terminou o ano com 12.407 veículos ligeiros de passageiros vendidos. Este número traduz um decréscimo de 4.066 unidades ou menos 24,7% face a 2017.

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais SIVA automóveis SAG Acap
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias