Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vendas da VW em quebra no Reino Unido

O Reino Unido confirma a tendência negativa nas vendas da marca após ter sido descoberto o escândalo de manipulação de emissões. Espanha já fez as contas à nova vaga.

Bloomberg
Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 05 de Novembro de 2015 às 17:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Mais um país a confirmar a tendência de quebra nas vendas da Volkswagen (VW) no primeiro mês após o escândalo de manipulação de emissões.

As vendas da marca no Reino Unido caíram 9,8% em Outubro. Foram transaccionados 13.970 face aos 15.495 do mesmo mês de 2014. Na sua totalidade, o mercado britânico viu as vendas caírem 1,1%, após 43 meses consecutivos a crescer, recorda a BBC.


Também em Portugal – onde as vendas da VW caíram 3,2% em Outubro -, Alemanha e Espanha se verificou a mesma tendência de queda nas vendas da marca alemã.

Esta quinta-feira, 5 de Novembro, o ministro da Indústria espanhol, José Manuel Soria, informou que o grupo terá de pagar ao país 50 milhões de euros caso se confirme a existência de 50 mil veículos a circular em Espanha com níveis de dióxido de carbono superiores ao declarado.

Novembro marcou o arranque de uma nova vaga no escândalo Volkswagen. O grupo reconheceu existirem 800 mil veículos com emissões de dióxido de carbono adulteradas. Também há carros a gasolina afectados. Entre os modelos contam-se os populares Golf e Polo.

Não é ainda certa se existe uma sobreposição entre esta nova leva e os 11 milhões de carros a gasóleo onde o grupo admitiu terem sido manipulados os níveis de emissões de óxido de azoto. O ‘dieselgate’ vai levar os carros afectados às oficinas já a partir de Janeiro do próximo ano.

Para fazer face aos custos, nas duas vagas, o grupo alemão já separou cerca de nove mil milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais Volkswagen Reino Unido Portugal VW indústria metalomecânica e engenharia automóvel poluição ambiente
Outras Notícias