Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bancos alemães investigados no caso de manipulação das taxas Euribor

O regulador financeiro alemão (BaFin) abriu um processo de controlo "mais severo" para apurar se quatro bancos germânicos, entre os quais o Deutsche Bank, estão envolvidos no processo de manipulação das taxas Euribor, noticiou hoje a imprensa germânica.

Deutsche Bank corta remuneração da administração em 19%
Lusa 28 de Janeiro de 2013 às 17:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Um porta-voz do BaFin, citado pela pelo canal de notícias alemão "N-TV", confirmou hoje que a entidade de supervisão do sector financeiro alemão está a levar a cabo "auditorias específicas" junto de várias instituições bancárias alemãs por suspeitas de estarem ligadas ao processo de fixação das taxas Euribor.


A informação de que o regulador financeiro terá pedido informações "mais específicas" a quatro bancos, entre os quais o Deutsche Bank e a Portigon AG, uma entidade bancária que resultou da reestruturação do WestLB, foi avançada hoje pelo diário de referência alemão "Süddeutsche Zeitung".

 

Tanto o Deutsche Bank como a Portigon AG escusaram-se a tecer quaisquer comentários sobre o assunto.

 

"Não posso adiantar quantas auditorias estão a ser feitas e a que bancos", explicou o porta-voz BaFin, acrescentando que aquela entidade está a utilizar "todos os meios ao seus dispor" para apurar de "uma forma mais exaustiva" se bancos alemães estiveram implicados na manipulação no processo de fixação das taxas Euribor.

 

O regulador alemão já tinha aberto, em meados do último ano, uma investigação sobre a possível implicação do Deutsche Bank numa rede de interesses que beneficiou alguns dos maiores bancos do mundo e que está a ser investigada pelos reguladores europeus e norte-americano.

 

O escândalo da Libor foi conhecido em finais de Junho de 2012, quando o banco Barclays anunciou que ia pagar uma multa de 290 milhões de libras (cerca de 360 milhões de euros) às autoridades financeiras do Reino Unido e dos Estados Unidos por manipulação da Libor e a Euribor, usadas como referência nos empréstimos interbancários e outras operações financeiras, entre 2005 e 2009.

 

A taxa Libor (sigla de London InterBank Offered Rate) resulta da média da taxa de juro a que vários bancos emprestam dinheiro entre si e é utilizada no Reino Unido, e um pouco por todo o mundo, como referência para os créditos a empresas e particulares. Além disso, também serve de indexante para alguns produtos financeiros.

 

O caso, que levou nomeadamente à demissão do presidente e do director-geral do Barclays, atingiu outros bancos e levou à abertura de inquéritos em vários países, incluindo a Alemanha e os Estados Unidos.

Ver comentários
Saber mais Euribor bancos alemães
Mais lidas
Outras Notícias