Banca & Finanças BCP dá novo passo para chegar a turistas chineses em Portugal

BCP dá novo passo para chegar a turistas chineses em Portugal

Depois do memorando de entendimento, chegou o contrato. O BCP e a chinesa Alipay vão lançar uma plataforma para facilitar o pagamento feito por chineses nas visitas a Portugal. As duas entidades adiantam que querem mais "formas de colaboração".
BCP dá novo passo para chegar a turistas chineses em Portugal
Lusa
Diogo Cavaleiro 08 de junho de 2018 às 13:36

O Banco Comercial Português, cujo accionista maioritário é o grupo chinês Fosun, deu um novo passo para chegar aos turistas chineses que estão em Portugal. Depois de ter assinado um memorando de entendimento com a Alipay (que pertence à Alibaba), em Março passado, já há agora um contrato que o concretiza. O memorando tinha sido assinado em Hangzhou, na China, e o contrato viu a luz do dia em Lisboa.

 

"O Millennium bcp e a Alipay assinaram hoje, em Lisboa, o acquiring contract que materializa o memorando de entendimento celebrado em Março deste ano, em Hangzhou, para cooperação no mercado português. Este acordo permite ao Millennium bcp tornar-se o primeiro banco a facilitar as transacções entre viajantes chineses e comerciantes em Portugal", indica um comunicado enviado às redacções.

 

A intenção é lançar os pagamentos Alipay em lojas físicas, com o objectivo de facilitar os pagamentos que não sejam feitos em numerário pelos turistas chineses que se encontram em Portugal.

 

O banco ainda liderado por Nuno Amado (que passará a gestão para Miguel Maya quando vier o aval do Banco Central Europeu) acredita que vai conseguir tornar-se "mais atractivo para os viajantes chineses" e facilitar "o trabalho dos comerciantes portugueses", segundo palavras do vice-presidente João Nuno Palma.

 

Do lado da Alipay, Li Wang, que é a responsável da empresa sua detentora (Ant Financial) para a Europa, Médio Oriente e África, revela que tem um estudo, em conjunto com a firma de estudos de mercado Nielsen, que indica que "mais de 90% dos chineses estão dispostos a fazer pagamentos de forma digital quando viajam em turismo para fora do país". É a eles que querem dirigir o negócio. 

 

Esta é uma forma de aproximação do banco, detido em 27% pela Fosun, ao mercado chinês. Na cimeira de turismo que se realizou em Março, foi referido que os chineses são os turistas que mais gastam em Portugal, com um valor médio de compras de 642 euros por dia.

"O Millennium bcp e a Alipay continuarão a procurar novas formas de colaboração, tanto em pagamentos online e e-commerce [comércio electrónico], como em serviços para empresas e clientes portugueses e chineses", aponta o comunicado de imprensa.

 

Uma consideração deixada quando o próprio BCP assume que, no futuro próximo, nomeadamente com a nova composição da administração – em que há um reforço do peso do grupo Fosun –, quer ganhar negócio no mercado asiático, nomeadamente o chinês. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI