Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fundo de Resolução pode vir a travar provisões no Novo Banco

Para que a nova injeção de capital no Novo Banco fique abaixo do valor previsto, de quase 480 milhões, a solução poderá passar pela rejeição por parte do Fundo de Resolução de certas provisões e imparidades consideradas excessivas no cálculo do reforço.

O Novo Banco, liderado por António Ramalho, deverá receber a nova injeção de capital até ao início de maio, tal como está definido no contrato.
O Novo Banco, liderado por António Ramalho, deverá receber a nova injeção de capital até ao início de maio, tal como está definido no contrato. Raquel Wise
Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 18 de Fevereiro de 2021 às 23:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

OFundo de Resolução poderá decidir que determinadas provisões e imparidades devem ficar de fora do cálculo da injeção de capital que o Novo Banco irá pedir em relação a 2020, apurou o Negócios. Esta deverá ser a solução para que o pedido da instituição financeira que resultou da resolução do Banco Espírito Santo não supere o valor que estava inscrito no Orç

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Novo Banco António Ramalho Banco Espírito Santo Fundo de Resolução João Leão Estado Máximo dos Santos Parlamento
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias