Banca & Finanças Montepio avança com projecto-piloto de 10 agências “low cost”

Montepio avança com projecto-piloto de 10 agências “low cost”

Depois do corte de 100 agências feitas pela administração de Félix Morgado, Carlos Tavares vai abrir novos balcões com "custos controlados" em territórios “menos urbanos”. Terão dois a três funcionários e poderão ter horários distintos.
Montepio avança com projecto-piloto de 10 agências “low cost”
Lusa
Diogo Cavaleiro 27 de setembro de 2018 às 17:36

O Montepio vai avançar, até ao final do ano, com um projecto-piloto em que terá 10 agências com custos controlados. Depois da avaliação, poderá haver mais.

"Não têm de ser aqueles grandes balcões tradicionais. Têm poucas pessoas, com custos bastantes controlados, em zonas que tenham potencial de rentabilidade", especificou o presidente do banco, Carlos Tavares, em conferência de imprensa esta quinta-feira, 27 de Setembro.

"Procurar estar mais onde os outros estão menos" é um objectivo seguido pela gestão da Caixa Económica Montepio Geral e que o presidente executivo admite ir contra aquilo que foi feito pela equipa anterior, liderada por José Félix Morgado, e que passou pelo encerramento de 100 balcões.

Estas agências terão duas a três pessoas, e os gerentes poderão não ser unicamente daquele balcão, e poderão não funcionar em horário completo.

Carlos Tavares não quis identificar quais as dez zonas, mas garantiu que houve um estudo das freguesias portuguesas para perceber onde fazia sentido. "Apesar de ser um banco do sector social, o banco não pode deixar de ter objectivos de rentabilidade e pode tê-la em zonas diferentes das tradicionais", explicou.

Aliás, o presidente da comissão executiva do banco (que terá de deixar a função de presidente do conselho de administração por imposição do BCE para não acumular os dois cargos) assumiu que poderia acabar por ocupar "alguns espaços" que estavam anteriormente ocupados por outras instituições financeiras que estão ou estiveram a encerrar a sua rede.

"Não queremos fazer disto um aumento imediato de custos que o banco não possa comportar", continuou, assegurando que não haverá aumento de trabalhadores, já que haverá reafectação. "Sem aumentar recursos humanos é a via adequada".

A caixa económica, detida pela associação mutualista do Montepio, tinha 3.773 funcionários na actividade doméstica, no final do semestre, contando com uma rede de 324 balcões.

Até ao final do ano, serão abertas as dez agências-piloto, sendo que a avaliação do seu sucesso é determinante para perceber se haverá a expansão para outras regiões.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI