Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sindicato chega a acordo com a banca para atualização do ACT com aumentos de 0,3%

Entre as principais alterações está um aumento de 0,3% nas tabelas e cláusulas de expressão pecuniária, refere o Mais Sindicato num comunicado.

Mariline Alves
Negócios jng@negocios.pt 23 de Dezembro de 2020 às 11:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
O Mais Sindicato chegou a acordo com a banca sobre o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do setor bancário para 2021, que inclui aumentos de 0,3%

"O Mais chegou a acordo com as IC [Instituições de Crédito] subscritoras do ACT do setor bancário para a revisão da convenção coletiva relativa a 2021. Há subsídios com acréscimo superior aos 0,3% das tabelas e algumas novidades no clausulado", refere esta entidade sindical num comunicado enviado esta quarta-feira, 23 de dezembro, às redações.

As principais alterações incluem, segundo o sindicato, um aumento de 0,3% nas tabelas e cláusulas de expressão pecuniária. Já o valor do subsídio de refeição passa a ser de 9,72 euros e o subsídio de Natalidade sobe para 800 euros. 

Quanto aos "subsídios de natalidade, infantil (25,93 euros) e de estudo ambos os progenitores bancários têm direito a recebê-los, exceto se os dois forem trabalhadores da mesma instituição – até agora apenas um tinha direito a essas prestações", refere no comunicado.

Sobre as novas tabelas, o sindicato indica que o Banco Santander Totta e o Banco Credibom irão aplicar as atualizações salariais em dezembro. Já no caso do BPI, Novo Banco e BNP serão aplicadas em janeiro. 

Também os sindicatos dos Quadros e Técnicos Bancários (SNQTB), dos Trabalhadores do Setor Financeiro de Portugal (SBN) e Independente da Banca (SIB) chegaram este mês a acordo com a banca para um aumento salarial de 0,3%.
Ver comentários
Saber mais Mais Sindicato ACT banca
Outras Notícias