Banca & Finanças Suspensão ou retirada da contraparte ao Banif, eis a questão que envolve Constâncio

Suspensão ou retirada da contraparte ao Banif, eis a questão que envolve Constâncio

Carlos Costa defende que foi a 16 de Dezembro que o conselho de governadores do BCE decidiu a suspensão do estatuto de contraparte ao Banif e não a retirada. A reunião foi presidida por Vítor Constâncio, assegura o deputado João Almeida.
Suspensão ou retirada da contraparte ao Banif, eis a questão que envolve Constâncio
Miguel Baltazar
Diogo Cavaleiro 05 de abril de 2016 às 19:02

Há uma dúvida na comissão parlamentar de inquérito. A 16 de Dezembro de 2015, o conselho de governadores do Banco Central Europeu decidiu a suspensão ou a retirada do estatuto de contraparte ao Banif [que o impedia de participar em operações de financiamento com Frankfurt]?. 

 

 

"Houve decisão de suspender o estatuto de contraparte", declarou o governador do Banco de Portugal, em resposta ao deputado centrista João Almeida quando questionado sobre o que decidiu o conselho de governadores do BCE.

 

"Na linguagem do BCE, não há perda do estatuto. Há a palavra suspensão. O Banco de Portugal nunca falou em perda, falou sempre em suspensão", continuou Carlos Costa na audição desta terça-feira, 5 de Abril, levando João Almeida a concluir que não houve, portanto, qualquer decisão de retirada do estatuto. A retirada impedia o regresso do banco à actividade, a suspensão permitiria.

 

Seja qual for a opção, sublinhou Carlos Costa, este "não foi um factor determinante para a resolução". O Banif foi alvo de uma medida de resolução a 20 de Dezembro.

 

Vítor Constâncio presidiu a conselho de governadores?

 

O deputado do CDS quis saber quem presidia ao conselho de governadores de 16 de Dezembro. "Uma pessoa habilitada para decidir", respondeu Carlos Costa, sem querer dar pormenores.

 

João Almeida frisou que foi Vítor Constâncio, mas pediu a confirmação a Carlos Costa: "Porque é que precisa que confirme as suas certezas?", respondeu o governador.

 

O nome ficou sem confirmação mas João Almeida repetiu ter a certeza de que foi o antigo líder do PS que ocupa actualmente a vice-presidência do BCE. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI