Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Elétrica polaca processa Jerónimo Martins por contas em atraso no valor de 8,75 milhões de euros

A Polenergia, a maior elétrica privada polaca, processou a sucursal polaca da Jerónimo Martins alegando que a empresa não pagou o fornecimento de eletricidade referente a maio deste ano.

DR
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 01 de Dezembro de 2022 às 16:09
A Jerónimo Martins Polska, sucursal polaca da dona do Pingo Doce, foi processada pela Polenergia, a maior elétrica privada da Polónia, que alega que a sociedade que gere a cadeia de supermercados Biedronka não pagou a eletricidade fornecida em maio deste ano, de acordo com um comunicado divulgado esta quinta-feira pela Polenergia.

Em causa está um diferendo em que a dona da Biedronka exigiu à Polenergia o pagamento de cerca de 40 milhões de zlotis (8,56 milhões de euros ao câmbio atual) por incumprimento do contrato de fornecimento de energia existente. A elétrica, contudo, respondeu na altura que a exigência da Jerónimo Martins era infundada. 

Agora, a Polenergia processou a retalhista portuguesa, reclamando o pagamento de 39.528.578 zlotis em faturas de eletricidade referentes a maio deste ano e ainda o pagamento de 1.324.774 zlotis em juros desde 2 de julho até 30 de novembro. Assim, no total, a elétrica polaca exige receber da dona da Biedronka um total de 40.853.352 zlotis (8.741.596 euros ao câmbio atual).

Os acordos de fornecimento de energia pela Polenergia à Jerónimo Martins Polska foram celebrados a 23 de setembro de 2021.
Ver comentários
Saber mais Jerónimo Martins Polska Pingo Doce Polenergia Polónia Biedronka eletricidade processo
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio