Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da Anacom ascendem a 36 milhões. Mais de 90% vai para o Estado

O regulador do sector das telecomunicações fechou o ano passado com um lucro de 36,1 milhões de euros, uma melhoria face ao ano anterior.

O Governo escolheu para presidente da Anacom João Cadete de Matos, quadro do Banco de Portugal e que chegou a ser falado, com o actual Executivo, para vogal do banco central, o que não aconteceu.
Bruno Simão
Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 06 de Agosto de 2018 às 15:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Anacom fechou 2017 com um resultado líquido de 36,1 milhões de euros, o que representa um aumento de 0,6% face a 2016, de acordo com os dados divulgados esta segunda-feira, 6 de Agosto, pelo regulador através de comunicado.

 

Este valor será transferido quase na totalidade para o Estado, que receberá 33,6 milhões de euros "para serem utilizados no desenvolvimento das comunicações em Portugal, em benefício dos utilizadores finais".

 

Neste período, os rendimentos do regulador das telecomunicações cresceram 7% para 91,1 milhões de euros. Já os gastos totais "ascenderam a 55 milhões de euros, mais 11% do que o valor registado no período homólogo", adianta a mesma fonte.

 

A Anacom justifica este aumento dos custos com o facto de a sua capacidade de controlo ser "limitada" devido ao "reforço da provisão para processos judiciais em curso e à reposição integral das reduções remuneratórias finalizada em 2016, cujo efeito pleno se deu em 2017."

 

Excluindo este reforço das provisões o aumento dos custos seria "de apenas 4%", explica a mesma fonte.

Ver comentários
Saber mais Anacom lucros resultados regulador
Outras Notícias