Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Regulador investiga Uber por avaliação de passageiros

A Uber está a ser investigada pelos reguladores de mercado por suspeitas de avaliação dos passageiros. A prática é proibida em Portugal, mas os motoristas admitem que pontuam os clientes.

Vítor Mota
Negócios jng@negocios.pt 04 de Abril de 2022 às 09:14
  • Partilhar artigo
  • ...

A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) está a investigar a Uber no sentido de confirmar se a empresa mantém um sistema de avaliação dos clientes, por pontos, avançou esta segunda-feira, o jornal Público. A prática é proibida por lei, mas a empresa continua a ter associado ao perfil de cada cliente uma pontuação de 1 a 5.

Conforme explica o jornal, a AMT tem conhecimento da situação através de uma reclamação de um utilizador, estando por isso a investigar o assunto. Já fonte oficial do Instituto da Mobilidade e Transportes (IMT) diz não ter recebido reclamações, mas admite ao jornal que está a analisar a situação "por forma a obter eventual prova".

Questionada pelo Público, fonte oficial da Uber sublinha que Portugal é o único dos 71 países onde opera onde não é permitida a avaliação dos utilizadores. Por isso, garante, a avaliação que os motoristas em Portugal podem fazer é das viagens, e não dos clientes. Porém, admite que ainda não encontrou uma forma de a aplicação separar as avaliações feitas aos utilizadores (que estão disponíveis nos outros países onde a Uber opera), das avaliações às viagens.

Já dois motoristas contactados pelo jornal assumem que avaliam os clientes já que isso é, na prática, o que está em causa. 

Ver comentários
Saber mais Uber reguladores AMT IMT
Outras Notícias