Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Empresas nacionais receiam ficar fora das grandes obras

O presidente da AICCOPN teme que o atraso no planeamento dos novos projetos dite a opção pelo lançamento de concursos de grande dimensão para o país não perder fundos europeus. Algo que favoreceria as empresas espanholas e relegaria as portuguesas à condição de subempreiteiras, diz.

Manuel Reis Campos, presidente da AICCOPN, defende que os concursos para as grandes obras sejam fracionados para ficarem “à nossa dimensão”.
Manuel Reis Campos, presidente da AICCOPN, defende que os concursos para as grandes obras sejam fracionados para ficarem “à nossa dimensão”. Miguel Baltazar
Maria João Babo mbabo@negocios.pt 26 de Julho de 2022 às 23:30
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

As construtoras portuguesas estão preocupadas com o atraso no lançamento das grandes obras em Portugal, previstas no âmbito do novo ciclo de investimentos, e temem que a pressão que venha a existir para que sejam concluídas dentro dos prazos force o lançamento de concursos de grande dimensão, o que favoreceria as empresas estrangeiras.

...

Ver comentários
Saber mais Portugal Manuel Reis Campos AICCOPN
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Outras Notícias