Desporto SAD do Porto prevê queda de 98% nos lucros após falhar "Champions"

SAD do Porto prevê queda de 98% nos lucros após falhar "Champions"

A FC Porto SAD estima lucros de 150 mil euros no exercício 2019/2020, menos 98,4% do que o obtido na época anterior. O não acesso à Liga dos Campeões provoca um rombo nos proveitos operacionais da SAD "azul e branca", que estima 77,9 milhões de euros de saldo positivo com a venda e compra de jogadores.
SAD do Porto prevê queda de 98% nos lucros após falhar "Champions"
Manuel Araújo/Record
Pedro Curvelo 24 de outubro de 2019 às 18:43
A FC Porto SAD estima lucros de 150 mil euros no exercício 2019/2020, menos 98,4% do que os 9,47 milhões de euros obtidos na época anterior e 90% abaixo dos 1,5 milhões orçamentados para 2018/2019, segundo a proposta de orçamento que a administração da sociedade anónima desportiva irá apresentar em assembleia geral a realizar no dia 14 de novembro. E para alcançar resultados positivos, o documento prevê um encaixe líquido de 77,9 milhões de euros entre vendas e compras de jogadores.

A grande diferença face à época 2018/19 respeita aos proveitos operacionais, que caem dos 176,3 milhões de euros para 113,8 milhões. E a principal fatia respeita às verbas provenientes das competições europeias. Na época anterior, com a presença na fase de grupos da Liga dos Campeões, a SAD "azul-e-branca" arrecadou 80,9 milhões de euros. Este ano, com os "dragões" afastados da principal competição da UEFA na pré-eliminatória, as receitas estimadas nesta rubrica são de apenas 16,7 milhões de euros.

Nos custos operacionais a redução prevista é de 10,2%, de 150,5 milhões para os 135,1 milhões de euros.

Assim, os resultados operacionais excluindo transferências de jogadores apresentam um valor negativo de 21,3 milhões de euros, o que compara com os 25,7 milhões positivos do exercício anterior.

A SAD portista prevê ainda que o saldo das transferências de jogadores atinja os 77,9 milhões de euros, mais do dobro do que os 34,6 milhões de euros orçamentados para a época passada e muito acima dos 42,6 milhões registados efetivamente em 2018/19.

O saldo das transferências de jogadores também superou o valor orçamentado, situando-se em 42,6 milhões de euros.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI