Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Almerindo Marques deixa presidência da Opway

Por motivos de saúde, o até aqui presidente deixou o dia-a-dia da Opway. O administrador Miguel Mateus passa a presidente da construtora Opway mas aguarda o regresso de Almerindo Marques.

Miguel Baltazar
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 07 de Novembro de 2016 às 12:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

Almerindo Marques abandonou a presidência da Opway. A opção foi tomada por motivos de saúde mas o gestor continua ligado à construtora ainda que sem uma presença diária.

 

Na liderança da construtora que pertencia ao Grupo Espírito Santo desde 2011, Almerindo Marques optou, cinco anos e meio depois, por afastar-se da liderança. Miguel Mateus, que já estava na administração, é o novo presidente. Mas espera voltar a dar o lugar ao gestor.

 

"O que mais desejamos é que recupere", diz ao Negócios Miguel Mateus quando questionado sobre a saída da presidência de Almerindo Marques. Segundo o agora presidente, é mais fácil a recuperação de Almerindo Marques estando afastado da presidência diária. 

 

A saída da presidência executiva, decidida pelo próprio, não significa um afastamento total face à construtora. "Continua ligado ao conselho de administração mas não é executivo. Estamos sempre em contacto", frisa ainda Miguel Mateus. A administração da Opway conta ainda com Paulo Curado como responsável pelo pelouro financeiro.

 

A Opway, foi apanhada pelas dificuldades dos seus accionistas, sociedades do Grupo Espírito Santo, tendo recorrido a Processos Especiais de Revitalização para recuperar-se e evitar a insolvência. Nesta altura, a empresa é detida pelos seus gestores, incluindo Almerindo Marques, e ainda tenta recuperar-se e pôr em acção o plano acordado com os credores.

 

Foi em 2011 que o gestor saiu da Estradas de Portugal para a Opway. Antes disso, esteve na presidência da RTP. Todas empresas em que teve de fazer um esforço de reestruturação financeira. A construtora, por exemplo, segue a necessidade de redução de dívida, identificada há vários anos, e a venda de activos, conforme os três gestores admitiram em entrevista ao Negócios em Março do ano passado. 

Ver comentários
Saber mais Almerindo Marques Miguel Mateus Opway Grupo Espírito Santo Processo Especial de Revitalização construção
Outras Notícias