Empresas Estado celebra quatro contratos que prevêem a criação de mais de 1.000 postos de trabalho

Estado celebra quatro contratos que prevêem a criação de mais de 1.000 postos de trabalho

O Estado celebrou contratos de investimento com quatro empresas. No total, o investimento ascende a 169 milhões de euros e prevê a criação de mais de 1.000 postos de trabalho. Duas subsidiárias da Ibersol, uma empresa de componentes automóveis e a Navigator são os destinos.
Estado celebra quatro contratos que prevêem a criação de mais de 1.000 postos de trabalho
A Navigator é uma das empresas que celebra um contrato com o Estado
Sara Antunes 01 de março de 2018 às 18:53

O Governo aprovou esta quinta-feira, 1 de Março, em Conselho de Ministros, as minutas de quatro contratos de investimento. Dois dos contratos foram celebrados no sector da restauração, um no automóvel e um outro na indústria do papel.

 

No total, os quatro contratos "representam um investimento global superior a 169 milhões de euros", revela o Governo no comunicado emitido após a reunião de Conselho de Ministros. E prevêem "a criação de 1.147 novos postos de trabalho até 2025", além da manutenção dos 2562 empregos já existentes, adianta a mesma fonte.

 

Os contratos foram assinados com a Iber King, do grupo Ibersol, a Iberusa, também do grupo Ibersol, a Benteler e a Navigator.

Os quatro contratos de investimento

Iber King
O contrato com a subsidiária da Ibersol prevê a abertura de "26 estabelecimentos de restauração, num investimento total de 32 milhões de euros, promovendo a criação de 676 postos de trabalho até 31 de Dezembro de 2025, bem como a manutenção dos atuais 802 postos. O contrato atribui um crédito fiscal em sede de IRC de 21,81%, até ao montante máximo" de cerca de seis milhões de euros.

Iberusa
O contrato prevê "a criação de 10 novos estabelecimentos de restauração", num projecto que conta com um investimento de 10,5 milhões de euros e a "criação de 250 postos de trabalho até 31 de Dezembro de 2025, bem como a manutenção dos actuais 1.662 postos", revela o comunicado. A este projecto foi atribuído "um crédito fiscal em sede de IRC de 19,12%, até ao montante máximo" de 1,1 milhões de euros.

Benteler
O Estado celebrou um contrato com a empresa de componentes automóveis que prevê a criação de "nova unidade industrial, localizada em Palmela, para a produção de componentes para o modelo da Volkswagen lançado em 2017", referindo-se ao T-Roc, produzido pela Autoeuropa. Este contrato tem um investimento total de 6,35 milhões de euros, prevê a criação de "88 postos de trabalho permanentes até 31 de Dezembro de 2019 e a manutenção dos 98 actualmente existentes". A este projecto foi concedido "um crédito fiscal em sede de IRC de 10%".

Navigator
A ex-Portucel está a construir uma nova unidade direccionada para o tissue, em Cacia. É para este projecto, cujo investimento deverá ascender a 120,5 milhões de euros, prevê a criação de 133 postos de trabalho até ao final de 2021. A este projecto foi concedido um "crédito fiscal em sede de IRC, de 10%, até ao montante máximo de" 11,5 milhões de euros.




pub