Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Galp e Super Bock destacam contributos de Ferreira de Oliveira

Manuel Ferreira de Oliveira, o antigo presidente da Galp e da Unicer (atual Super Bock Group), morreu este sábado, 5 de outubro, aos 70 anos.

Pedro Elias/Negócios
Lusa 06 de Outubro de 2019 às 10:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Galp e Super Bock Group lamentam a morte de Manuel Ferreira de Oliveira, que presidiu às duas companhias, salientando os contributos que deu para ambas.

A Galp lamentou a morte do seu antigo presidente Manuel Ferreira de Oliveira, a quem reconheceu e agradeceu os "inegáveis contributos" em "etapas importantes" da história da empresa.

"É com profundo sentimento de pesar e de consternação que recebemos a notícia do desaparecimento de Manuel Ferreira de Oliveira que a todos deixa uma marca indelével pela sua dedicação e paixão a uma indústria à qual dedicou grande parte da sua vida", de acordo com uma nota da empresa enviada à agência Lusa.

O antigo presidente executivo da Galp liderou "a empresa em duas etapas importantes da sua história, designadamente na última metade da década dos noventa e entre 2006 e 2015, este último um período especialmente marcado pela abertura da Galp ao mercado de capitais", sublinhou.

"Reconhecendo e agradecendo os seus inegáveis contributos para o que a Galp é hoje, a empresa presta-lhe o merecido elogio e a sentida homenagem, dirigindo sentidas condolências aos seus familiares e amigos", acrescentou.

Também o Super Bock Group, que Manuel Ferreira de Oliveira também presidiu, lamentou a sua morte e apontou que este foi o impulsionador do processo de internacionalização da empresa, tendo deixado "legado valioso e inspirador".

"O Super Bock Group, na pessoa do seu presidente do Conselho de Administração, Manuel Violas, lamenta com consternação o falecimento do engenheiro Manuel Ferreira de Oliveira", refere a dona da Super Bock, em comunicado.

"Foi com elevado sentido de ousadia, determinação e comprometimento que enquanto CEO [presidente executivo] liderou a então Unicer entre os anos de 2000 a 2006, deixando um legado valioso e inspirador", adianta.

"Manuel Ferreira de Oliveira impulsionou decisivamente o processo de internacionalização da Super Bock, fomentou a diversificação do negócio, bem como apostou no desenvolvimento sustentável da empresa, quando poucos ainda o faziam", salienta a empresa.

Destaca ainda que "a paixão com que se entregou ao setor manifestou-se também pelo seu valioso contributo enquanto presidente da direção dos cervejeiros de Portugal, entre 2002 e 2004, tendo sido ainda o principal responsável pela criação da Confraria da Cerveja, que existe desde 2003 e na qual desempenhou funções como grão-mestre", endereçando à família condolências.

Também o ministro das Finanças, Mário Centeno, numa nota divulgada pelo ministério, lamentou "profundamente" a morte do gestor, considerando que Portugal "perde uma das suas mentes mais brilhantes e esclarecidas".

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias