Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Logoplaste oferece 175 milhões pela divisão de embalagens da La Seda

A Logoplaste ofereceu 175 milhões de euros para ficar com a divisão de “packaging” da La Seda, o grupo que está em processo de liquidação, noticiou o “El Pais”.

Bruno Simão/Negócios
Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 08 de Janeiro de 2014 às 10:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A oferta da empresa portuguesa, segundo a mesma publicação, faz parte do processo entregue em tribunal no âmbito do processo de liquidação da La Seda.

 

A empresa portuguesa faz uma proposta sobre uma unidade produtiva denominada APPE, um dos activos que poderão estar avaliados entre 200 e 250 milhões de euros, segundo fontes directas e indirectas da La Seda, de acordo com o “El Pais”.

 

Esta oferta inclui as fábricas em Toledo, Reino Unido, França, Alemanha, Turquia, Marrocos e Bélgica, além dos direitos de propriedade intelectual e segredos industriais.

 

A Logoplaste refere que o preço proposto está condicionado ao EBITDA, ou “cash fllow” operacional gerado por este negócio que caiu mais de 50 milhões de euros, em 2013, e a ficar sem dívida relativa a esta divisão.

 

No entanto, nos documentos enviados ao tribunal, a La Seda argumenta que poderia garantir um valor superior por esta unidade de negócio. E que se esta unidade for incluída na venda total permitirá cobrir uma parte “muito importante” dos créditos que existem.

 

A La Seda tem à venda as suas unidades na área de PET. A liquidação destes activos permitirão pagar aos credores, no entanto analistas afastam ser possível pagar toda a dívida da La Seda.

 

Recentemente, o presidente da La Seda, o gestor português Carlos Moreira da Silva, explicou que a liquidação da sociedade é “a melhor alternativa” para proteger o valor dos activos do grupo num processo controlado de alienações, no qual, diz a La Seda, já há “diversas manifestações de interesse”.

 

A La Seda de Barcelona (LSB), empresa petroquímica espanhola que tem a Caixa Geral de Depósitos (CGD) e os donos da BA Vidro entre os seus maiores accionistas, pediu à justiça catalã a abertura da fase de liquidação da própria LSB, segundo um comunicado ao mercado publicado na sexta-feira. O objectivo é promover um processo controlado de venda dos negócios do grupo, de modo a garantir que possam continuar a ser desenvolvidos por outros investidores. 

 

A Logoplaste factura 450 milhões de euros e conta com 61 unidades fabris espalhadas pelo mundo.

Ver comentários
Saber mais Logoplaste La Seda
Outras Notícias