A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mestrado de Finanças do ISCTE escala 13 lugares no ranking do FT

A Nova SBE ainda é a faculdade portuguesa com o mestrado de Finanças mais bem cotado pelo Financial Times, seguida da Católica de Lisboa. Mas este ano a ISCTE Business School aproxima-se e destaca-se pela dimensão da subida.

Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 18 de Junho de 2018 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Os rankings do Financial Times, referência para a qualidade dos diplomas superiores nas áreas de economia, gestão e finanças, reconhecem três escolas portuguesas esta segunda-feira: Nova School of Business and Economics, Católica Lisbon School of Business and Economics e ISCTE Business School, por esta ordem. As três faculdades portuguesas posicionam-se assim pela primeira vez entre as 30 melhores eleitas pelo FT.


Anteriormente, só o ISCTE estava de fora do grupo das 30 melhores, ficando-se pelo 40.º lugar. Este ano, a escalada de 13 posições valeu à faculdade o 27.º lugar -- e que foi a segunda maior subida entre as faculdades que também já figuravam no ranking no ano anterior. No comunicado enviado às redacções, o director da ISCTE Business School, José Paulo Esperança, afirma que esta melhoria "resulta tanto da qualidade da investigação e ensino como da cooperação com o sector financeiro e empresarial". O indicador que mais beneficiou a escola foi o nível de progressão na carreira dos alunos que lá concluíram este mestrado.

O instituto fica contudo atrás da Católica Lisbon School of Business and Economics, que também conseguiu subir, elevando-se três posições até ao 23.º lugar. Na óptica do director da Católica de Lisboa, Nuno Fernandes, a posição no ranking reflecte a "forte aposta na internacionalização, cada vez mais um pilar crítico de afirmação da escola", afirma numa nota à imprensa. O critério que mais destaque deu a esta faculdade foi o nível de "objectivos alcançados" pelos alunos quando chegam ao mercado de trabalho, rubrica na qual esta escola se coloca em oitavo lugar à escala global. 

Já a Nova SBE foi a única a descer, embora se mantenha à frente das pares portuguesas. Está em 21.º lugar, quando em 2017 havia conseguido o 19.º.

Milton de Sousa, Associate Dean para Relações Institucionais e Desenvolvimento Internacional da NOVA SBE, destaca que a escola "tem sido capaz de manter a sua posição internacional de liderança nos rankings do Mestrado em Finanças do FT", assinalando que "ser o número 10 do mundo em termos de Value for Money é notável, especialmente com novas escolas chinesas e americanas na lista dos rankings". "Continuaremos a trabalhar para melhorar o currículo e os nossos serviços para, assim, fortalecer ainda mais nossa posição global", reforça Milton de Sousa.

 

Portugal é o quinto país com mais escolas de gestão presentes no ranking. Em quarto ficou a China, com cinco mestrados, abaixo da França, com nove, os Estados Unidos com catorze e o Reino Unido, o campeão, com dezoito.  

Ver comentários
Saber mais Portugal SBE Finanças ISCTE Business School Lisboa Católica FT Financial Times Católica Lisbon School Business Economics economia negócios e finanças universidades ensino
Mais lidas
Outras Notícias