Empresas Moreira Rato vai ser o "chairman" do Banco CTT

Moreira Rato vai ser o "chairman" do Banco CTT

Moreira Rato, antigo presidente do IGCP, vai ser presidente não executivo do Banco CTT, substituindo Francisco Lacerda. Luís Pereira Coutinho vai manter-se como presidente executivo do banco dos Correios.
Moreira Rato vai ser o "chairman" do Banco CTT
Lusa 13 de setembro de 2019 às 19:41
Os acionistas do Banco CTT elegeram esta sexta-feira João Moreira Rato como presidente não executivo ("chairman") e Luís Pereira Coutinho como presidente executivo, que se mantém em funções, segundo comunicado divulgado pelo banco.

A assembleia-geral de sexta-feira elegeu os órgãos sociais para 2019/2021, referindo o comunicado que os novos membros foram aprovados por "unanimidade".

Como presidente com funções não executivas ("chairman'") foi eleito João Moreira Rato, substituindo no cargo Francisco Lacerda.

Moreira Rato foi presidente do IGCP (instituto que gere a dívida pública) entre entre 2012 e 2014, cargo de que saiu para o BES (então liderado por Vítor Bento, após a saída de Ricardo Salgado, ainda antes da resolução do banco).

Como vogais da administração do Banco CTT foram eleitos Luís Pereira Coutinho, António Vaz da Silva, Guy Pacheco, João de Mello Franco, Pedro Coimbra, Nuno Fórneas, Clementina Barroso, António Corrêa d'Oliveira, João Loureiro e Susana Smith.

Destes, foram escolhidos para a comissão executiva Luís Pereira Coutinho, que se mantém como presidente, sendo os vogais João de Mello Franco, Pedro Coimbra e Nuno Fórneas.

A Comissão de Auditoria é composta por João Manuel de Matos Loureiro, presidente, e Clementina Barroso e Susana Smith como vogais.

Em maio, Franscisco Lacerda demitiu-se de presidente executivo dos CTT - Correios de Portugal e do Banco CTT, com a empresa 'debaixo de fogo' na sequência do fecho de balcões e do incumprimento de indicadores de qualidade, segundo a Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom), o que trouxe a debate a renacionalização desta empresa privatizada em 2014.

Os CTT têm como principais acionistas Manuel Champalimaud (13,07%), seguido de GreenWood Builders Fund I (5,70%), Global Portfolio Investments (5,66%), Norges Bank (3,64%), BlackRock (2,62%), BBVA Asset Management (2,33%) e Wellington Management Group LLP (2,07%).



pub

Marketing Automation certified by E-GOI