Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDF planeia vender 10 mil milhões em activos

A empresa estatal francesa prepara-se para iniciar a construção de três centrais nucleares no Reino Unido. Um acordo com investidores chineses está na mira. Mas as contas precisam de ser consolidadas.

Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 19 de Outubro de 2015 às 13:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A EDF planeia vender até 10 mil milhões de euros em activos nos próximos cinco anos. O objectivo é reforçar as contas, numa altura em que o grupo energético francês se prepara para iniciar o processo de construção de três centrais nucleares no Reino Unido.

A empresa controlada em 87% pelo Estado francês está a considerar alienar as operações de exploração e produção da sua filial italiana, a Edison, bem como a participação no grupo nuclear americano GEGN, especifica o Financial Times citando fontes ligadas ao processo.


As notícias deste plano chegam na mesma semana em que o presidente chinês Xi Jinping visita o Reino Unido pela primeira vez, com esperança que a EDF e investidores chineses acordem um pacto comercial na construção de Hinkley Point C, a primeira das novas fábricas. O projecto está avaliado em 24 mil milhões de libras (cerca de 33 mil milhões de euros).


A EDF também está a desenvolver um esforço na divisão nuclear do grupo Areva, como parte de um acordo definido no início do ano com o Governo francês para resgatar o seu rival. O grupo concordou comprar entre 51 e 75% da companhia, num valor entre os 1,3 e os dois mil milhões de euros caso o mesmo se concretize no próximo ano.


Em Portugal, a EDF detém um portefólio de 500 megawatts (MW) de parques eólicos, encontrando-se entre as cinco empresas de maior capacidade instalada no país. Na passada semana, o fundo público inglês Lancashire County Pension Fund adquiriu uma participação minoritária nos activos eólicos da EDF em território nacional.

Ver comentários
Saber mais Lancashire County Pension Fund EDF energia Financial Times
Outras Notícias