Energia EDP confirma reforço de investimento em renováveis e venda de ativos

EDP confirma reforço de investimento em renováveis e venda de ativos

A elétrica liderada por António Mexia confirmou este domingo, em comunicado ao regulador do mercado de capitais, que pretende reforçar o investimento em energias renováveis e também alienar ativos. Amanhã haverá reunião dos órgãos sociais da EDP e na terça-feira será apresentado ao mercado ao plano estratégico da empresa, bem como as contas de 2018.
EDP confirma reforço de investimento em renováveis e venda de ativos
Cofina Media
Negócios 10 de março de 2019 às 21:25

A EDP confirmou este domingo a notícia veiculada na passada sexta-feira pela Reuters que dava conta da intenção de reforçar o investimento nas energias renováveis e de vender activos.

Em comunicado ao mercado, a EDP esclareceu que se reunirá amanhã para discutir e deliberar sobre o conteúdo do plano estratégico para 2019-2022.

 

"Os órgãos sociais da EDP, Conselho de Administração Executivo (CAE) e Conselho Geral de Supervisão (CGS) reunirão no dia 11 de março para discutir e deliberar sobre o conteúdo do ‘Strategic Update’ para o período 2019-2022, a ser apresentado ao mercado no dia 12 de março, tal como anteriormente comunicado", refere o comunicado divulgado junto da CMVM.

 

"A proposta que o CAE submeterá ao CGS contempla, em termos genéricos, quer um reforço do investimento em renováveis quer um plano de alienação de activos", sublinha o documento da elétrica liderada por António Mexia.

 

A EDP refere ainda que disponibilizará mais detalhes sobre estes temas na referida apresentação ao mercado na terça-feira, dia 12 de março.

 

Será também a 12 de março que a elétrica vai apresentar os seus resultados de 2018.

Na sexta-feira, a Reuters, citando três fontes próximas do processo, avançou que a EDP estava a trabalhar num plano de venda de alguns dos seus ativos de eletricidade em Portugal com o objetivo de libertar capital para investir na expansão na área de energias renováveis.

 

A agência de informação adiantava que a elétrica liderada por António Mexia tem ativos de geração de energia convencionais no valor de 1,7 mil milhões de euros em Portugal e Espanha, sendo que estaria a analisar a venda de ativos somente no território nacional.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI