Energia EDP analisa venda de ativos em Portugal para investir nas renováveis

EDP analisa venda de ativos em Portugal para investir nas renováveis

A EDP, que apresenta na próxima semana o plano estratégico, está a ponderar vender ativos de elétricos em Portugal, para financiar o investimento nas energias renováveis, revela a Reuters.
EDP analisa venda de ativos em Portugal para investir nas renováveis
Miguel Baltazar
Negócios 08 de março de 2019 às 19:56

A EDP está a trabalhar num plano de venda de alguns dos seus ativos de eletricidade em Portugal, avança a Reuters, que cita três fontes próximas do processo. O objetivo destas alienações é libertar capital para investir na expansão na área de energias renováveis.

 

A agência de informação americana adianta que a elétrica liderada por António Mexia tem ativos de geração de energia convencionais no valor de 1,7 mil milhões de euros em Portugal e Espanha, sendo que o que a EDP estará a analisar a venda de ativos somente no território nacional.

 

Esta notícia surge a poucos dias de a EDP apresentar os resultados de 2018 e o seu plano estratégico, o que vai acontecer no próximo dia 12 de março. Estas medidas surgem também depois de o fundo de investimento Ellitott, conhecido como o "Abutre da Argentina", se demonstrar contra a oferta pública de aquisição (OPA) lançada pela China Three Gorges (CTG) e defender que a elétrica deve focar-se no investimento em crescimento e otimização do portefólio. 

 

A Reuters diz mesmo que a venda dos ativos em Portugal reflete, precisamente, uma medidas que o fundo Elliott defende para a empresa, de acordo com uma das fontes citadas.

 

O Expresso tinha já noticiado que a EDP está a ponderar vender um conjunto de centrais hidroelétricas, num conjunto de alienações que poderá render cerca de mil milhões de euros à elétrica.

 

Já o jornal online Eco revelou que o investimento na área das renováveis poderá ascender a sete mil milhões de euros nos próximos anos.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI