Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Galp perde 60 milhões com transações não autorizadas de derivados sobre licenças de CO2

A Galp Energia diz terem sido identificadas transações, não autorizadas pela empresa, de derivados sobre licenças de emissão de CO2, mas que a situação está superada.

A Galp, liderada por Carlos Gomes da Silva,   é a empresa com maior ponderação no PSI-20, com um peso superior a 12%.
Miguel Baltazar
Negócios jng@negocios.pt 14 de Julho de 2020 às 23:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A Galp informou esta noite, em comunicado à CMVM, que foram identificadas transações, não autorizadas pela empresa, de derivados sobre licenças de emissão de CO2 que resultaram numa perda de cerca de 60 milhões de euros.

 

"Esta situação encontra-se integralmente superada, tendo a empresa encerrado a totalidade das posições e tomado medidas adequadas no plano interno, incluindo ações disciplinares e de auditoria, e no domínio do reforço dos controlos operacionais, com vista a precaver a ocorrência de eventos idênticos no futuro", sublinha a Galp.

 

A petrolífera liderada por Carlos Gomes da Silva (na foto) refere ainda que "este evento não altera a posição de caixa indicada no ‘trading update’ divulgado ao mercado a 13 de julho, sem que haja impactos financeiros negativos adicionais associados".

 

No referido "trading update", a Galp comunicou que as vendas de produtos petrolíferos no segundo trimestre baixaram 43% face ao período homólogo e 38% contra os primeiros três meses de 2020.

 

A pandemia teve um forte impacto na atividade de refinação da Galp Energia no segundo trimestre, embora a área de exploração petrolífera tenha registado uma evolução positiva.

Ver comentários
Saber mais Galp Energia CO2
Mais lidas
Outras Notícias