Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Leilões de energia solar em Portugal na mira de Bruxelas

A Comissão Europeia considera que poderão estar em causa ajudas de Estado nos últimos leilões de energia solar que decorreram em Portugal.

João Galamba, secretário de Estado da energia, anunciou que está a avaliar alargar a instalação de painéis solares a “superfícies não convencionais”.
Tiago Petinga/Lusa
Negócios jng@negocios.pt 20 de Novembro de 2020 às 08:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A Comissão Europeia poderá abrir uma investigação aos leilões de energia solar que o Governo realizou em 2019 e 2020, por considerar que podem estar em causa ajudas de Estado ilegais e a consequente violação das regras da concorrência. A notícia é avançada esta sexta-feira, 20 de novembro, pelo Jornal Económico.

Segundo o mesmo jornal, uma investigação desta natureza, a concretizar-se, poderá colocar em causa os investimentos das empresas vencedoras dos leilões, num valor global estimado em mais de mil milhões de euros.

A Direção-Geral da Concorrência, acrescenta ainda o Jornal Económico, terá sabido destes leilões pela imprensa.

O primeiro leilão de energia solar realizado em Portugal, recorde-se, decorreu em junho de 2019, tendo contado com mais de 60 interessados. Em junho deste ano, foi lançado um novo leilão. Para o início do próximo ano, está agendado um novo leilão, que será de maior dimensão.
Ver comentários
Saber mais energia solar leilões comissão europeia
Outras Notícias