Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

UE ajudará no restabelecimento do fornecimento de energia à Ucrânia, diz Von der Leyen

Von der Leyen recordou que a Comissão está a preparar a entrega à Ucrânia de novos donativos, avançados pelos Estados-membros ou procedentes diretamente da reserva 'rescEU' comunitária.

Reuters
Lusa 25 de Novembro de 2022 às 21:23
A presidente da Comissão Europeia assegurou esta sexta-feira ao presidente da Ucrânia que a União Europeia (UE) está a trabalhar para ajudar o país a "restabelecer e manter" o fornecimento de eletricidade e aquecimento para a população.

"Transmiti ao presidente Volodymyr Zelensky a plena solidaridade da UE com a Ucrânia, que está a sofrer com os bombardeamentos propositados e bárbaros de Putin contra a infraestrutura civil do país", indicou Ursula von der Leyen, em comunicado, depois de falar com telefone com Zelensky.

Von der Leyen condenou "energicamente" estes ataques e afirmou que a Federação Russa "deve prestar contas do que constituem crimes de guerra".

A presidente da Comissão Europeia disse ao presidente ucraniano que o bloco europeu está a "intensificar" esforços e a trabalhar para "proporcionar a ajuda de emergência de que a Ucrânia precisa" para "restabelecer e manter a eletricidade e o aquecimento para a população civil".

Von der Leyen recordou que a Comissão está a preparar a entrega à Ucrânia de novos donativos, avançados pelos Estados-membros ou procedentes diretamente da reserva 'rescEU' comunitária.

Esta nova ajuda é composta por 200 transformadores de tamanho médio e um grande autotransformador vindos da Lituânia, um autotransformador de tamanho médio da Letónia e 40 geradores pesados correspondentes à 'rescEU' e que estão na Roménia.

"Cada um destes geradores pode proporcionar energia de forma ininterrupta a um hospital de tamanho pequeno ou médio", disse.

Por outro lado, afirmou que Bruxelas está em contacto com empresas para obter equipamento de alta tensão com os Estados membros para o transporte dos mesmos para a Ucrânia.
Ver comentários
Saber mais UE União Europeia Ucrânia Von der Leyen Volodymyr Zelensky
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio