Indústria Lucros da Altri crescem 215% em 2015

Lucros da Altri crescem 215% em 2015

A produtora de pasta de papel registou no ano passado lucros de 117,7 milhões de euros e bateu recordes de venda para os mercados externos.
Lucros da Altri crescem 215% em 2015
Miguel Baltazar/Negócios
Maria João Babo 25 de fevereiro de 2016 às 17:01

A Altri registou, em 2015, um resultado líquido de 117,7 milhões de euros, valor que compara com os 37,4 milhões obtidos no exercício anterior, representando uma progressão de cerca de 214,7%.

Em comunicado, a produtora de pasta de papel anunciou que no ano passado aumentou as vendas em 20,3%, atingindo 664,8 milhões de euros, reforçando a sua vocação exportadora, ao colocar nos mercados externos cerca de 92% da produção.

Segundo refere, 2015 "foi, uma vez mais, um ano recorde em termos de exportações de pasta por parte da Altri, que produziu 1.022 mil toneladas, ou seja mais 3,2% que no ano anterior, tendo exportado para os mercados externos 938,4 mil toneladas.

Neste período foram produzidas 924,8 mil toneladas de pasta papeleira e 97,5 mil toneladas de pasta solúvel.

Os custos totais, excluindo amortizações, custos financeiros e impostos, atingiram no mesmo período cerca de 442,7 milhões de euros, ou seja mais 1% face a 2014.

A Altri sublinha ainda que o EBITDA atingiu um recorde absoluto em 2015, situando-se em 221,1 milhões de euros, o que representa  um aumento de 95% face a 2014. A margem EBITDA melhorou 12,7 pontos percentuais para 33,2%.


A empresa co-liderada por Paulo Fernandes e João Borges de Oliveira realizou investimentos totais de 32 milhões de euros ao mesmo tempo que reduziu o seu endividamento líquido em 82,8 milhões de euros face a Dezembro de 2014 para 442,6 milhões de euros.

Segundo refere no comunicado, em 2015, "prosseguiu a sua estratégia financeira prioritária que assenta na redução anual sistemática do endividamento líquido, através do 'free cash flow' gerado pela actividade operacional". No ano passado, o 'free cash flow' ascendeu a 150,5 milhões de euros, assinala ainda a empresa, acrescentando que entre 2009 e 2015 a sua dívida líquida foi reduzida em cerca de 357 milhões de euros.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI