Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Supercampeão mundial Nelo quer celebrar em Paris2024 hegemonia na canoagem

A Nelo vende para mais de 100 países e anualmente produz cerca de 5.000 caiaques, 4.000 dos quais para competição, com preços para o K1 (há ainda K2 e K4) que variam entre os 1.600 e 3.500 euros.

Negócios com Lusa 06 de Agosto de 2022 às 16:04
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

A empresa portuguesa Nelo, líder internacional no fabrico de caiaques de competição, está apostada em "manter a dianteira" olímpica na canoagem, focando-se numa "ainda maior especialização" dos seus barcos para celebrar dois terços das medalhas em Paris2024. 

 

"Em Tóquio2020 conquistámos 24 medalhas em 36 possíveis e o nosso objetivo é manter essa proporção. Em Paris2024 o número de eventos é reduzido de 12 para 10 e as medalhas de 36 para 30, pelo que desejamos umas 20, um resultado em linha com o habitual, com pódios completos - ou quase - em todos os eventos", disse à agência Lusa o diretor-executivo do projeto sedeado em Vila do Conde.

 

André Santos lembra que a Nelo passou a destacar-se em Atenas2004, pelo que essa seria a melhor forma de "celebrar o marco importante de 20 anos de liderança mundial de caiaques de competição".

 

Mais do que apresentar um novo modelo para o ciclo olímpico iniciado este ano, o projeto do português Manuel Ramos, o primeiro campeão nacional de canoagem, e conhecido por Nelo, surge com três, que encaixam em outros tantos perfis de atletas.

 

"Chegamos a um grau de especialização tão elevado que seria difícil ter um único modelo para ir ao encontro das expectativas de canoístas com características diferentes, seja físicas ou técnicas", justificou André Santos.

 

O segredo da liderança internacional não passa apenas pelas questões técnicas, mas pela proximidade no apoio em todas as provas internacionais das diferentes especialidades "e na capacidade de ouvir o bom e o mau, agindo em cima dessas recomendações para ir de encontro às expectativas dos atletas no desempenho dos barcos e do serviço que o acompanha".

 

O modelo 'quattro' é um barco mais clássico e tradicional, o 'cinco' é um modelo mais solto e ágil, usado por Fernando Pimenta, e o '7' tem mais direção, mais seguro no êxito de navegação, o preferido de Teresa Portela, especificou

 

A Nelo vende para mais de 100 países e anualmente produz cerca de 5.000 caiaques, 4.000 dos quais para competição, com preços para o K1 (há ainda K2 e K4) que variam entre os 1.600 e 3.500 euros.

 

Ver comentários
Saber mais nelo caiaques manuel ramos andré santos
Outras Notícias