Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Trabalhadores da Visteon de Palmela em greve por aumentos salariais

Os trabalhadores da Visteon cumprem esta quinta-feira greves parciais de uma hora por cada turno para exigirem aumentos salariais superiores aos 20 euros, ou 1,4%, que são propostos pela empresa instalada em Palmela, no distrito de Setúbal.

Lusa 06 de Maio de 2021 às 15:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...


"Os trabalhadores da Visteon de Palmela contestam os aumentos salariais propostos pela empresa porque nos últimos cinco anos tiveram aumentos salariais inferiores ao que tem sido o aumento do Salário Mínimo Nacional (SMN)", disse à agência Lusa o coordenador da União de Sindicatos de Setúbal (USS), Luís Leitão.

"A empresa anunciou a intenção de avançar com um aumento de apenas 1,4% ou 20 euros, quando, só para igualar os aumentos do SMN nos últimos cinco anos, seria necessário um aumento de 75,16 euros", sublinhou.

Em comunicado, a USS refere que a estratégia da Visteon visa justamente "igualar os salários por baixo", para que os trabalhadores da empresa, num curto espaço de tempo, recebam apenas o SMN.

A paralisação efetuada hoje de manhã, entre as 7:00 e as 8:00, teve a adesão de 16 trabalhadores, que representam 70% do quarto turno, o mais pequeno, que tem apenas pouco mais de duas dezenas de trabalhadores.

Durante a tarde estão previstas mais duas paralisações, do primeiro turno, das 15:30 às 16:30, e do segundo turno, das 16:30 às 17:30.

Contactada pela agência Lusa, a administração da Visteon de Palmela escusou-se a prestar declarações.

 
Ver comentários
Saber mais Visteon SMN Palmela Luís Leitão Salário Mínimo Nacional Visteon de Palmela
Outras Notícias