Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Volume de negócios na indústria com queda de 5,6% em agosto

Os dados do INE mostram que, em agosto, o índice de volume de negócios no setor industrial registou uma queda de 5,6% face ao período homólogo. Apesar desta redução, trata-se de uma melhoria face à quebra homóloga de 11% observada em julho.

Negócios jng@negocios.pt 08 de Outubro de 2020 às 11:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O índice de volume de negócios na indústria recuou 5,6% em agosto comparativamente com igual período do ano passado, segundo indicam os dados hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Ainda assim, este registo configura uma clara melhoria em relação às quedas homólogas de 11% e de 10,8% respetivamente registadas em julho e em junho. Em agosto de 2019, tinha sido registada uma variação homóloga negativa de 6,5%.

A evolução favorável aconteceu tanto no índice referente ao mercado nacional (queda homóloga de 6,3% em agosto, que compara com quebra de 9,1% em julho), como no mercado externo (recuo homólogo de 4,3% em agosto, valor que compara com a redução de 13,7% verificada no mês anterior).

Já segmentando pelos grandes agrupamentos industriais verifica-se que a maior quebra homóloga observada em agosto foi registada na energia (-10,1%), seguindo-se os bens de consumo (-4,5%), os bens intermédios (-4,3%) e, por fim, os bens de investimento (-2,6%).

Emprego e horas trabalhadas também caem menos em agosto
O relatório do INE mostra ainda que os índices de emprego e horas trabalhadas no setor industrial recuaram em agosto em termos homólogos, contudo foram quedas inferiores às registadas em julho.

O índice de emprego caiu 2,7% em agosto em relação ao mesmo mês de 2019, uma ligeira melhoria comparativamente com as quedas homólogas de 3% e de 2,9% observadas em julho e em junho.

No que diz respeito às horas trabalhadas na indústria, o índice caiu 1,7% em agosto face ao período homólogo. Em julho e junho as diminuições homólogas foram de 8,6% e 9,5%, respetivamente.

Já em relação ao índice de remunerações na indústria verificou-se uma redução homóloga de 2,2% em agosto quando em julho a quebra face ao período homólogo havia sido de apenas 0,3%.
Ver comentários
Saber mais INE Indústria Volume de Negócios Remunerações Emprego Horas Trabalhadas
Mais lidas
Outras Notícias