Media Cofina prepara aumento de capital de 85 milhões para financiar compra da TVI

Cofina prepara aumento de capital de 85 milhões para financiar compra da TVI

A Cofina está a preparar um aumento de capital de 85 milhões de euros para comprar a TVI.
Cofina prepara aumento de capital de 85 milhões para financiar compra da TVI
Sara Antunes 01 de outubro de 2019 às 18:15

A Cofina revelou esta terça-feira, 1 de outubro, que vai realizar um aumento de capital no valor de 85 milhões de euros para financiar a compra da Media Capital, dona da TVI. 

A empresa, dona do Negócios, revelou " que se encontra perspetivada a realização de um aumento do capital social da Cofina, num montante que atualmente se estima de 85 milhões de euros, destinado ao financiamento parcial da referida operação de aquisição", de acordo com um comunicado enviado para a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). 

A empresa, liderada por Paulo Fernandes (na foto), não adianta mais pormenores sobre a operação, revelando apenas que "divulgará ao mercado as informações legalmente exigidas relacionadas com a aprovação pelos órgãos competentes e a realização do referido aumento de capital, quando se encontrarem definidos os termos e condições em que será proposto à assembleia geral."

Esta operação servirá assim para financiar parte da operação de compra da Media Capital, depois de a Cofina ter lançado uma oferta pública de aquisição (OPA) sobre a dona da TVI

A operação de compra avalia a Media Capital em 255 milhões de euros, de acordo com o comunicado da Cofina no dia 21 de setembro. A Cofina detém o Jornal de Negócios, do Correio da Manhã, a CMTV, o Record, a Sábado, a Máxima, entre outros títulos. 

A contrapartida oferecida pelas ações da Media Capital que estão em bolsa é de 2,3336 euros. Uma vez que a percentagem de capital que não está em mãos de acionistas de referência é reduzido, o valor desta oferta é inferior a 10,5 milhões de euros. O free float da Media Capital é de apenas 0,26%. 

Já a Prisa, que detém através da Vertix 94,69% do capital da Media Capital, vai receber uma contrapartida máxima de 2,1322 euros, no âmbito do acordo. Esta operação representa um encaixe de 170,6 milhões de euros para a Prisa, de acordo com um outro comunicado emitido pela empresa espanhola. Este valor representa uma menos-valia de cerca de 76 milhões de euros para as contas da Prisa. 

Os restantes 5% da Media Capital estão nas mãos da Abanca. 

A diferença entre o encaixe da Prisa e o valor pago aos outros investidores que têm ações da Media Capital face aos valor reportado pela Cofina justifica-se pelo facto de a empresa liderada por Paulo Fernandes assumir a dívida da dona da TVI. 

(Notícia atualizada às 18:21 com mais informação)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI