Media Controlinveste vai para insolvência com dívida de 548 milhões ao BCP e Novo Banco

Controlinveste vai para insolvência com dívida de 548 milhões ao BCP e Novo Banco

"Holding" de Joaquim Oliveira vai ser extinta. Os bancos deverão ficar com direitos sobre as participações na Olivedesportos e na Sport TV.
Controlinveste vai para insolvência com dívida de 548 milhões ao BCP e Novo Banco
Negócios 16 de fevereiro de 2019 às 11:59

A Controlinveste SGPS, de Joaquim de Oliveira, apresentou esta semana no tribunal um pedido de insolvência. No total, a sociedade tem dívidas no valor de 548 milhões de euros, avança o Correio da Manhã, dando conta que os credores principais são dois bancos: o BCP com 406 milhões e o Novo Banco com 142 milhões de euros.

O Expresso adianta que este a este pedido de insolvência da Controlinveste seguir-se-á a declaração de insolvência e posterior liquidação desta holding que controlava jornais como o Diário de Notícias.

 

O processo resulta de um acordo entre Joaquim Oliveira e os bancos credores, que começou a ser delineado há quatro anos. Os bancos reconhecem que a maior parte da dívida de Joaquim Oliveira é incobrável e vão assim procurar recuperar parte das dívidas através das empresas saudáveis do empresário, como a Olivedesportos.

 

Segundo a mesma fonte, BCP e Novo Banco já terão constituído imparidades pelas totalidades destes créditos. Os bancos deverão ficar com direitos sobre as participações de Joaquim Oliveira na Olivedesportos e na Sport TV, sendo que o objetivo deverá passar por alienar estes ativos em condições vantajosas.

 

O Expresso adianta que o passivo da Controlinveste agravou-se em cerca de 100 milhões de euros no ano passado, sendo que parte dessa dívida foi contraída para adquirir em 2006 uma participação de 2,2% na Portugal Telecom.

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI