Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Cobrança coerciva do Fisco disparou 27%

Só a Autoridade Tributária cobrou mais de mil milhões de euros, de forma coerciva, no ano passado. A subida foi justificada pelos impostos diretos, cujo valor disparou 70%. Parte da explicação poderá estar no facto de 2017 ter sido um ano mais fraco, depois do perdão fiscal de 2016.

Miguel Baltazar/Negócios
Margarida Peixoto margaridapeixoto@negocios.pt 21 de Fevereiro de 2019 às 22:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O Fisco cobrou 1.065,7 milhões de euros de forma coerciva, em 2018. Este é o valor que consta na conta provisória do Estado, publicada a 11 de fevereiro pela Direção-geral do Orçamento (DGO). Face ao montante que tinha sido apurado, na mesma altura, para 2017, o aumento foi de 26,7%.

Este valor não representa a totalidade da cobrança coerciva feita no ano passado, mas é já uma boa fatia. Ao número falta somar ...
Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Fisco Autoridade Tributária Cobrança Coerciva Mário Centeno António Mendonça Mendes
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias