PME

Tablets gigantes da Tomi chegam a Santiago do Chile

A empresa portuguesa Tomi vai instalar os seus equipamentos em Santiago do Chile. É o terceiro país em que fica presente, anunciou a empresa.
pub
Alexandra Machado 21 de junho de 2018 às 10:53

Depois de Portugal e Brasil, o gigante tablet português chega a Santiago do Chile. Os primeiros equipamentos foram instalados no Paseo Bandera, uma das principais ruas da capital chilena, e que, segundo a Tomi, se está a "desenvolver como um 'showroom' de 'smart cities'". E, por isso, para a empresa o Tomi "irá contribuir para a afirmação da cidade como cidade inteligente".
O Tomi é um tablet gigante desenvolvido pela empresa e que disponibiliza informações úteis, permite a consulta à agenda cultural, encontrar vários pontos de interesse, pesquisar diferentes opções de transporte e até tirar "selfies". A informação está disponível em espanhol e em inglês.
A rede em Santiago foi inaugurada a 15 de Junho.
Segundo revelou ao Negócios a empresa, numa primeira fase serão instalados 20 equipamentos, para mais tarde expandir-se em 30 para um total de 50. O volume de negócios previstos para os 50 Tomi é de 12 milhões de euros durante cinco anos.
"No próximo ano pretendemos continuar a expandir a rede e implantar redes Tomi noutras cidades do país", diz ainda fonte oficial da empresa ao Negócios.

Este é mais um marco na vida da empresa que tem mais de sete anos de investigação e desenvolvimento e seis de operação. Está hoje em mais de 100 cidades em Portugal, Brasil e Chile. 
O valor da facturação consolidado da Tomi em 2017 foi de 2,5 milhões de euros.


pub