Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

I Find - Se a busca é na net, ela encontra

Porque pesquisar na internet é fácil mas encontrar a informação pretendida nem por isso, uma licenciada em informática e gestão presta este serviço

I Find - Se a busca é na net, ela encontra
Teresa Gens 04 de Outubro de 2012 às 10:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...
Fazer pesquisa de informações, produtos e serviços na internet já é uma actividade profissional. Bom, pelo menos é-o para Sofia Birr, uma 'personal web finder' de 35 anos que garante conseguir encontrar no universo imenso da www "tudo" o que o cliente (particular ou empresa) precisar. É que nem sempre 'googlar' dá resposta a uma necessidade específica porque a pesquisa não é direccionada, nem restrita, o suficiente e chegar à informação pretendida pode demorar muito mais tempo do que se previa. Sofia Birr aproveita este facto e usa os caminhos e atalhos que conhece para, "com maior rapidez e eficácia", chegar à informação pretendida. No nome da empresa que criou faz a promessa aos clientes: seja o que for que procurem, I FIND.

O negócio desta licenciada em informática e gestão, é inédito em Portugal mas para Sofia Birr não passa do culminar de um caminho já longo. Passou os últimos anos a satisfazer "inúmeros pedidos para ajudar familiares e amigos a descobrir todo o tipo de objectos e serviços (simples, difíceis ou complicados) na net". Como nestas pesquisas o grau de sucesso era "claramente superior ao de insucesso" em Janeiro deste ano criou a empresa. Não sem antes testar a ideia nas redes sociais: "lancei a ideia no Facebook e através dum mailing para amigos e conhecidos. O feedback foi óptimo".

Para quem não quer,não pode ou não sabe
O serviço da I FIND destina-se "a pessoas que não têm tempo para procurar, que não gostam de pesquisar ou que não conseguem encontrar o que procuram." Não é um emprego a tempo inteiro, Sofia Birr é responsável pelos eventos do Centro Nacional de Cultura só que, agora, trabalha mais horas por dia: "faço as pesquisas depois do trabalho, à noite e aos fins de semana".

Para começar a trabalhar como deve ser investiu do seu bolso 3500 euros num computador, site, cartões de visita, registo da marca e logotipo. Ultrapassado o "medo inicial" de que o conceito não tivesse aceitação, a empreendedora já acredita que em 2013 o negócio será "auto sustentável". Apesar de a crise "dificultar o desenvolvimento do negócio" conseguiu garantir para 2013 quinze novas avenças com empresas.

Pesquisa: das cadeiras ao branding
Sofia Birr já pesquisou de tudo um pouco, desde bancos de designers famosos (ver caixa) até materiais de construção. Para empresas já fez, por exemplo, "o levantamento dos sites internacionais mais importantes de venda de produtos de segurança infantil; a pesquisa de toda a informação sobre 'love brands' e a procura de todas as empresas nacionais com actividades outdoor".

Pesquisas acessíveis a todos? Talvez, mas Sofia Birr lembra os seus trunfos: paciência, "porque pesquisar na internet requer tempo"; persistência, "para conseguir levar a pesquisa até ao fim com sucesso"; e experiência acumulada, "porque é preciso conhecer os meandros da internet para recolher toda a informação, filtrá-la e contextualizá-la". Só assim a informação recolhida pode ser usada de forma "útil e rigorosa", diz a pesquisadora. No final deste processo há, claro, que validar tudo "tim-tim, por tim-tim".

"Poupar tempo, conseguir resultados rápidos e eficazes, ser barato e permitir aos profissionais concentrarem-se naquilo em que podem e devem acrescentar valor", são os argumentos com que a 'personal web finder' tem convencido os seus clientes. Diz que têm ficado contentes com os resultados da busca: "Nunca me aconteceu quererem mais".





Bilhete de identidade

Nome I FIND
Data do início de actividade Janeiro 2012
Actividade Pesquisas profissionais de informações, produtos e serviços na internet. ('personal web finder')
Site www.ifind.pt






Uma hora de pesquisa = 30 euros

O cliente contacta Sofia Birr para pedir uma pesquisa, através da internet ou do telefone, contactos que constam do site da I FIND. Depois a pesquisadora informa-o sobre o custo - uma pesquisa simples custa 30 euros o que equivale a uma hora de trabalho - e, se for "complicado", alerta-o de que precisará de duas ou três horas de pesquisa. O orçamento dependerá da dificuldade da pesquisa: "Faço uma estimativa do tempo que vou demorar", conta. O cliente tem sempre que aprovar as condições antes de Sofia Birr iniciar a busca. Quando chega ao resultado pretendido o cliente faz o pagamento por transferência bancária, mas só paga se Sofia Birr encontrar exactamente o que ele procura.






Serviços I FIND para empresas:

- Todo o processo de benchmarking, fundamental antes do lançamento de um novo negócio" (levantamento no mercado nacional e internacional da oferta existente para um mesmo produto, serviço, etc).
- Informações específicas sobre mercados externos.
- Pesquisas simples sobre contactos, localizações, voos mais baratos, melhores preços para um hotel.
- Pesquisas globais relativas a qualquer área ou sector de actividade.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias