Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Qamine: A guerra aos erros de 'software' começou

Jaime Jorge quer ajudar os programadores informáticos a desenvolverem "software" mais eficiente. O segredo está em detectar os "bugs".

Ana Pimentel 28 de Março de 2013 às 15:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

João Caxaria e Jaime Jorge | O negócio está no combate aos "bugs".

 


Projecto Qamine
Área de actividade Plataforma de análise de "software"
Sítio www.qamine.com
Por que participou no Seedcamp "O Seedcamp na Europa e o Y Combinator nos EUA eram os dois grandes programas de aceleração de empresas em que gostava de entrar", explica Jaime Jorge.
O que ganhou "O evento puxou por mim como ainda nada tinha puxado. A ideia é: 'vais para a selva e tens de sair de lá vivo'".

 

 

Jaime Jorge tinha acabado de sair da Universidade quando decidiu dedicar-se a 100% à Qamine, tecnologia que tinha descoberto enquanto trabalhava na tese de mestrado.


A decisão obrigou-o a abdicar das várias propostas de emprego que recebeu. Não se importou por que estava a realizar um dos seus sonhos: trabalhar numa tecnologia e num projecto seu. "Queria criar algo que desse valor aos outros e me permitisse ter gozo no que faço", diz.


Por esta altura, estava longe de imaginar que acabaria por integrar um dos programas de aceleração de "startups" tecnológicas que mais admirava no mundo. A tecnologia, que visa ajudar os programadores informáticos a corrigir erros no código de "software", conquistou o júri do Seedcamp, sem precisar de investir dinheiro. Apenas "trabalho e suor", explica o engenheiro de "software".


Ao lado de Jaime Jorge, está João Caxaria, amigo e colega de profissão. Foi em conversa que ambos perceberam que os resultados da tese poderiam ser interessantes para outras empresas. Quando perceberam que a Qamine tinha pernas para andar, o assunto deixou de ser um tema de mestrado para se transformar num projecto a dois.


Jaime Jorge acabou a Universidade em Agosto e, durante Setembro, esteve "enclausurado" a programar. Em Outubro, os amigos lançaram o primeiro protótipo da Qamine. Jaime Jorge continuou a trabalhar no projecto na Startup Lisboa, onde a "start-up" estava incubada, e João Caxaria continuou com o seu trabalho em Londres.


Quando souberam que ia haver um evento Seedcamp em Lisboa, concorreram, mas sem grandes expectativas. Faltavam duas horas para o prazo terminar. Estava dado o primeiro passo para Jaime Jorge concretizar mais um sonho: o Seedcamp, na Europa, e o Y Combinator, nos EUA, eram os dois grandes programas de aceleração de empresas em que gostaria de entrar.

 

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias