Tecnologias Broadcom perto de comprar a Symantec por 15 mil milhões

Broadcom perto de comprar a Symantec por 15 mil milhões

A fabricante de "chips" de Singapura Broadcom volta a apostar no "software", estando perto de finalizar a compra da norte-americana Symantec.
Broadcom perto de comprar a Symantec por 15 mil milhões
Reuters
Negócios 03 de julho de 2019 às 08:48

A Broadcom está em negociações avançadas para fechar um acordo de compra da Symantec, uma operação que possibilitará à fabricante de chips reforçar a presença no "software".

 

A notícia está a ser avançada por vários meios de comunicação internacionais, como a Bloomberg e o Financial Times, sendo que o jornal britânico dá conta que o negócio pode ser fechado por 15 mil milhões de dólares.

 

Em reação a estas notícias, as ações da Symantec dispararam 22% na negociação após o fecho da sessão regular em Wall Street. Esta companhia norte-americana (tendo em conta a cotação de fecho de ontem) tem uma capitalização bolsista da 13,7 mil milhões de dólares. Já a Symantec apresenta uma capitalização bolsista bem superior (118 mil milhões de dólares), sendo que ações reagiram em baixa a estas notícias (desceram 4% no ‘after hours’).

 

O Financial Times adianta que a operação pode ser anunciada já esta quarta-feira, mas ainda não está fechada e pode não ser finalizada.

 

Caso concretize este negócio, a Broadcom volta a crescer por aquisições depois de ter visto o presidente dos Estados Unidos bloquear a oferta de 142 mil milhões de dólares que tinha colocado em cima da mesa para comprar a fabricante de "chips" norte-americana Qualcomm.  Broadcom está cotada na bolsa norte-americana mas tem sede em Singapura.

 

Já depois do veto de Trump, a Broadcom comprou a empresa de software CA por 16 mil milhões de dólares.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI