Tecnologias Gigante dos drones pode ter prejuízos de 150 milhões com fraudes

Gigante dos drones pode ter prejuízos de 150 milhões com fraudes

A DJI descobriu casos de fraude que envolvem os seus próprios funcionários e que podem gerar cerca de mil milhões de yuan (cerca de 150 milhões de dólares) em prejuízos para a maior fabricante de drones do mundo.
Gigante dos drones pode ter prejuízos de 150 milhões com fraudes
Bloomberg
Bloomberg 26 de janeiro de 2019 às 17:00

A SZ DJI Technology, que descobriu os atos de corrupção numa investigação interna, anunciou que demitiu vários funcionários que inflacionaram os custos das peças para obterem ganhos pessoais, e que já entrou em contato com as autoridades.

A fabricante de drones ainda está a investigar a situação, que é "extensa" e envolve uma grande quantia de dinheiro, segundo afirmou em comunicado. A empresa não detalhou o número de funcionários que estão envolvidos nos atos de corrupção.

A DJI, que tem 14 mil funcionários em todo o mundo, é líder absoluta em drones para consumidores, com quase três quartos de quota de mercado.

O caso expõe uma falha nos controlos internos de uma das gigantes do ramo de tecnologia de consumo mais famosas do país, um símbolo do crescente alcance global de um conjunto de empresas de rápido crescimento com sede na metrópole de Shenzhen, no sul do país.

Hong Yongxin, porta-voz da empresa, confirmou a dimensão dos prejuízos num comunicado.

"Estamos a adotar medidas para reforçar os controlos internos e estabelecemos novos canais para que os funcionários enviem informações confidenciais e anónimas relacionadas a qualquer violação das políticas de conduta no ambiente de trabalho da empresa", informou a empresa. "Continuamos a investigar a situação e estamos a cooperar plenamente com a investigação das autoridades".

Nos últimos anos a DJI também começou a explorar uma área ainda pouco desenvolvida. A empresa desenvolveu veículos aéreos não tripulados para a agricultura e levantamento topográfico numa altura em que dezenas de concorrentes de todo o mundo inundam o mercado com drones baratos, de brinquedos de 10 dólares a transportadores de câmaras de menos de 100 dólares. O seu drone Mavic 2, de 1.999 dólares, é dirigido diretamente a um segmento corporativo que representa mais de metade de um mercado de 9 mil milhões de dólares.

Em outubro, a empresa anunciou acordos para o Mavic 2, que em breve fará levantamentos para redes de energia para a Southern, e a American Airlines testará a aeronave para inspeções de aviões.

(Texto original: Chinese Drone Giant DJI Unearths $150 Million Losses From Fraud)




Marketing Automation certified by E-GOI