Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Menos de um ano depois, Klarna já conta com 200 mil utilizadores em Portugal

A empresa de pagamentos chegou ao país no final do ano passado. Atualmente, a plataforma conta com 150 milhões de utilizadores ativos e 2 milhões de transações diárias.

Mariline Alves
Fábio Carvalho da Silva fabiosilva@negocios.pt 28 de Setembro de 2022 às 08:00
  • Partilhar artigo
  • ...

Menos de um ano depois de chegar a Portugal, a empresa de pagamentos digitais especializada nas compras a prestações, Klarna, já conta com mais de 200 mil consumidores portugueses com conta ativa de utilização dos serviços.

Atualmente, a plataforma conta com 150 milhões de utilizadores ativos e 2 milhões de transações diárias.


Depois da entrada no mercado português, em novembro do ano passado, a Klarna já trabalha com mais de 870 marcas em Portugal.

Desde então, marcas como a Samsung, About You, Adidas, Showroomprive, Emma Sleep, Gato Preto, Xiaomi Store, Sklum, entre outras, aderiram à Klarna para oferecer aos clientes a flexibilidade de decidir como e quando pagar.

 

Quase um ano depois da chegada a Portugal, a Klarna já tem disponíveis vários serviços, entre eles o ‘Pay in 3’, que permite que os consumidores possam dividir os pagamentos das suas compras em três prestações sem juros nem comissões, e o ‘Pay Now’, para pagamentos instantâneos. Através da app Klarna é também possível ativar notificações de baixa de preços, aceder a pontos de recompensa, entre outras funcionalidades.

 

Na primeira metade do ano, a A Klarna quadruplicou as perdas. A fintech, que é uma das mais valiosas na Europa, registou perdas líquidas de 6,2 mil milhões de coroas suecas (580 milhões de euros, à taxa de câmbio atual). Na primeira metade de 2021 esse valor foi de apenas 1,4 mil milhões de coroas suecas (131 milhões de euros).

A Klarna imputou as perdas aos custos mais elevados com trabalhadores, investimentos com a recente compra da PriceRunner e aumento das perdas de crédito, que se reflete na dificuldade de angariar novos consumidores com um histórico de crédito limitado.

Ver comentários
Saber mais Pay Now Portugal A Klarna economia negócios e finanças economia (geral) política Informação sobre empresas governo (sistema) executivo (governo)
Outras Notícias