Tecnologias Telemóveis desdobráveis e dispositivos 5G multiplicam-se e inundam a MWC Barcelona

Telemóveis desdobráveis e dispositivos 5G multiplicam-se e inundam a MWC Barcelona

Uma das maiores conferências de eletrónica de consumo a nível global, a MWC Barcelona, recebe esta semana as últimas novidades das grandes marcas. A Huawei enfrenta diretamente a Samsung no mercado dos telemóveis desdobráveis, a LG quer atender as chamadas sem tocar no telemóvel e a Microsoft traz melhorias à realidade aumentada.
Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA Reuters/EPA
Ana Batalha Oliveira 25 de fevereiro de 2019 às 13:02

Espanha recebe esta semana o Mobile World Congress, que ficou conhecido como o MWC Barcelona. A capital catalã lançou este ano o tema "conectividade inteligente" e recebeu de volta a mais recente tecnologia de ponta do setor. Telemóveis desdobráveis e dispositivos que suportam a rede de quinta-geração (5G) tomaram o palco, mas há ainda espaço para novidades ao nível da realidade aumentada.

O mundo recém-inaugurado dos telemóveis desdobráveis ganhou, da parte da Huawei, a sua versão mais cara e alegadamente mais rápida. O Huawei Mate X suporta tecnologia de rede 5G e os preços começam nos 2.299 euros. Um dispositivo que entra em concorrência direta com o Galaxy Fold, o telemóvel desdobrável da Samsung que foi anunciado há cerca de uma semana e cujos preços começam nos 1.742 euros.

Já a LG optou por uma solução que vai no mesmo sentido, de aumento da superfície de ecrã, mas rejeita a tecnologia do desdobrável: o V50 ThinQ 5G, em vez de se abrir num único ecrã, não dispensa as tradicionais dobradiças e apresenta o dobro da superfície, mas dividida em dois. Outra das novidades deste modelo é que dá o salto da tecnologia touch para um controlo do telemóvel sem ter de chegar a tocar. Os comandos, por exemplo para atender uma chamada, podem ser dados através de gestos à distância.

Também a geralmente nostálgica Nokia apresenta este ano traços mais inovadores: o novo Android da marca multiplicou o número de câmaras e possui agora cinco. O objetivo é que todas as câmaras funcionem em simultâneo e que a combinação de cada uma das captações resulte em uma única foto de alta resolução.

Contudo, o MWC não se fica pelos telemóveis. A Microsoft surgiu com uma versão melhorada do dispositivo de realidade aumentada da marca, o HoloLens, que agora permite um  maior campo de visão – aquela que era uma das principais críticas enfrentadas pela primeira versão. A empresa garante ainda que o recém-lançado HoloLens 2 é mais confortável. E não veio sozinho. O Azure Kinect é um acessório que capta imagens em 3D, captando a profundidade do espaço através de sensores. Este é um acessório mais dirigido às empresas e que pode atuar em complemento com o HoloLens, cedendo dados que podem ser espelhados e tratados através dos óculos de realidade aumentada.

Estes são os principais destaques até agora – o primeiro dia oficial da conferência. A MwC Barcelona decorre desde esta segunda-feira, 25 de fevereiro, até quinta-feira, dia 28.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI