Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ongoing reduz participação na Pharol para 3,46%

A Ongoing reduziu a sua participação na Pharol para 3,46%, no âmbito da execução de penhora por parte do BCP. A empresa liderada por Nuno Vasconcellos chegou a ter 10% do capital da ex-PT SGPS.

Sara Ribeiro sararibeiro@negocios.pt 18 de Agosto de 2015 às 17:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...

A Ongoing informou esta terça-feira que a sua participação no capital da Pharol passou a ser de 3,46%.

De acordo com o comunicado enviado à CMVM "a Ongoing Strategy Investments (Ongoing) reduziu a sua participação directamente e por intermédio da sociedade por si dominada Nivalis Holdings B.V ("Nivalis"), para aproximadamente 3,46% do capital e correspondentes direitos de voto da Pharol".

A empresa liderada por Nuno Vasconcellos, que chegou a ter 10% do capital da ex-PT SGPS, justifica esta redução com a alienação, no dia 12 de Agosto, de 37.804.969 acções ordinárias  "em resultado do exercício de um direito de apropriação previsto em contrato de mútuo com penhores de acções".

Estes títulos foram penhorados pelo BCP, que passou a ser o terceiro maior accionista da Pharol, que detém 27,5% da Oi, com 6% do capital.

A redução da fatia da Ongoing também se deveu à "não reaquisição, pela Ongoing, de 22.560.000 acções da sociedade, que eram objecto de uma Equity Swap Transaction ("Swap"), tal como oportunamente comunicada, cuja vigência terminou a 12 de Agosto".

Esta posição, que correspondeu a perto de 2,5% do capital da Pharol, passou para o Novo Banco, actual maior accionista da sociedade gestora de participações sociais com 12,6%.

"Devido a estes dois eventos, a participação qualificada imputável à Ongoing, passou a ser constituída por 29.735.000 acções ordinárias, representativas de aproximadamente 3,46% do capital social da Sociedade e dos correspondentes direitos de voto", lê-se no mesmo comunicado.

 

Estas acções são directamente detidas pela Nivalis, cuja participação é imputável "à sociedade Insight Strategic Investments, SGPS, S.A. ("Insight"), que detém uma participação correspondente a 62,55% dos direitos de voto na Nivalis, sendo a Ongoing a accionista maioritária da Insight", segundo a empresa.

 

Além disso, "os votos imputáveis à Nivalis, à Insight e à Ongoing são também imputáveis à sociedade RS Holding, SGPS, S.A. ("RS Holding"), que é accionista maioritária da Ongoing, e à senhora D. Isabel Rocha dos Santos, que é accionista maioritária da RS Holding", detalha o mesmo documento.

 

Ver comentários
Saber mais CMVM Ongoing Strategy Investments Nuno Vasconcellos BCP Novo Banco Pharol
Mais lidas
Outras Notícias