Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Parques de Sintra atraíram 2,6 milhões de visitantes em 2016

O Palácio Nacional da Pena continua a liderar o número de visitas, tendo captado metade do total de visitantes dos parques e monumentos da empresa Parques de Sintra.

Palácio da Pena: No segundo ponto mais alto da Serra de Sintra encontra-se o Parque e Palácio da Pena, obra de D. Fernando II. Expoente máximo do Romantismo do século XIX em Portugal, esta obra tem referências arquitectónicas de influência manuelina e mourisca.
João Miguel Rodrigues/Correio da Manhã
Negócios 26 de Janeiro de 2017 às 12:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os parques e monumentos geridos pela empresa Parques de Sintra continuam a atrair mais visitantes de ano para ano. Em 2016, somou mais de 2,6 milhões de visitas, o que traduz uma subida de 17,52% face ao ano anterior e "confirma a curva ascendente registada nos anos transactos", segundo um comunicado enviado pela empresa pública.

A lista é liderada pelo Parque e o Palácio Nacional da Pena com mais de 1,3 milhões de entradas, um aumento de 22,5% em comparação ao ano de 2015.

Seguem-se o Palácio Nacional de Sintra com 545 mil visitas, o Castelo dos Mouros com 424 mil e o Palácio Nacional de Queluz com 147,5 mil visitantes.

No que toca à proporção relativa às nacionalidades dos visitantes, os estrangeiros continuam a representar a maior ‘fatia’ do número total de estrangeiros, tendo em 2016 alcançado 82,19%.

Os países estrangeiros com maior expressão em termos de visitas foram o Reino Unido (19,49%), França (16,48%) e Espanha (14,92%). "Este património foi ainda amplamente visitado por brasileiros, norte-americanos, alemães, italianos, russos e chineses", detalha a empresa no mesmo comunicado.

Manuel Baptista, presidente do conselho de administração da empresa Parques de Sintra, comenta que em 20160 "foi verificada uma continuação do aumento do número de visitantes e tem-se verificado um aumento constante do número de pessoas interessadas em Sintra e nos seus espaços, o que reflecte o trabalho da empresa e do país na promoção e divulgação".

Quanto às expectativas para 2017, acredita que "será o ano de finalização de grandes obras de recuperação e restauro, nomeadamente o final da primeira grande campanha de obras no Palácio e Jardins de Queluz, e do desenrolar das obras de recuperação do Convento dos Capuchos, que há alguns anos aguardava por esta intervenção".

Em matéria de programação cultural, "haverá uma aposta em novos projectos, de forma a atingir novos públicos", acrescenta, no mesmo documento, sem avançar com mais pormenores.

Ver comentários
Saber mais Parques de Sintra Palácio Nacional da Pena Palácio Nacional de Sintra Castelo dos Mouros Palácio Nacional de Queluz turismo
Mais lidas
Outras Notícias