Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

A semana em oito gráficos: Stoxx 600 finta quedas na Europa. Petróleo avança e juros aliviam

As bolsas europeias negociaram maioritariamente em baixa, à exceção da subida ligeira do índice de referência Stoxx 600 e do britânico Footsie. A pesar estiveram os receios em torno das perspetivas de crescimento económico e o aperto da regulação às empresas na China. Nos EUA, a tendência foi também de queda. Já o petróleo recuperou e os juros aliviaram.

Stoxx 600 e FTSE escapam às quedas na Europa

Stoxx 600 e FTSE escapam às quedas na Europa
As principais praças europeias caíram, devido aos receios de desaceleração do crescimento económico e ao aperto regulatório na China. Já o índice britânico avançou, bem como o Stoxx 600 – que fechou julho a subir 2%, no sexto mês de ganhos, a melhor série desde 2013.

Bolsa nacional no vermelho

Bolsa nacional no vermelho
A bolsa lisboeta acompanhou a tendência de queda da generalidade das restantes praças do Velho Continente. O PSI-20 caiu 0,96% no cômputo dos cinco dias, reduzindo assim para 2,62% o seu ganho anual, com o grupo EDP e BCP entre os que mais pesaram.

Grupo EDP lidera recuo no PSI-20

Grupo EDP lidera recuo no PSI-20
A EDP e a sua subsidiária para as energias renováveis foram as cotadas que mais pressionaram o PSI-20, na semana em que ambas apresentaram as contas semestrais. Os lucros da EDPR caíram 44% e os da elétrica subiram 9%, com a EDP a ser ajudada por efeitos não recorrentes – sem eles, o resultado líquido teria caído 15%.

Alten brilha no Stoxx600

Alten brilha no Stoxx600
A Alten, multinacional francesa de engenharia e consultoria em tecnologias, foi a que mais subiu na Europa, depois de reportar contas do segundo trimestre acima do esperado e que revelaram que a atividade foi marcada por uma retoma orgânica mais rápida do que previsto.

Citrix pressiona S&P500

Citrix pressiona S&P500
A tecnológica Citrix Systems, que opera software de ambientes de trabalho, liderou as perdas do índice norte-americano Standard & Poor’s 500, pressionada pelos números do segundo trimestre, com as vendas a ficarem aquém do projetado pelo consenso de mercado.

Dólar cede face ao euro e libra

Dólar cede face ao euro e libra
A nota verde perdeu terreno face a divisas como o euro e a libra. O dólar perdeu gás devido à manutenção dos estímulos da Fed, que fazem com que exista mais dinheiro a circular e, por isso, este tende a perder valor.

Petróleo sobe com aumento da procura

Petróleo sobe com aumento da procura
Os preços do crude subiram perto de 3% em Londres, animados pelo facto de a procura estar a crescer mais depressa do que a oferta. A nova queda dos stocks norte-americanos de crude também ajudou aos ganhos da matéria-prima.

Juros da dívida aliviam

Juros da dívida aliviam
Os juros da dívida soberana desceram nos EUA e na Zona Euro, com exceção de Itália. Os receios de que a variante delta do coronavírus possa desacelerar o crescimento económico global tem levado a uma maior aposta nas obrigações, o que faz descer as “yields”.
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 31 de Julho de 2021 às 09:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Ver comentários
Saber mais bolsa juros petróleo câmbios
Outras Notícias