Bolsa BCP e CTT levam o PSI-20 para os ganhos

BCP e CTT levam o PSI-20 para os ganhos

A bolsa nacional acompanha as subidas ligeira das principais praças europeias que, ainda assim, deverão fechar a semana com a maior queda dos últimos dois meses.
BCP e CTT levam o PSI-20 para os ganhos
Bloomberg
Rita Faria 08 de julho de 2016 às 09:38

A bolsa nacional já inverteu a tendência negativa do início da sessão, impulsionada pelo BCP e CTT. O PSI-20 ganha, nesta altura, 0,38% para 4.404,70 pontos, com dez cotadas em alta, sete em queda e uma inalterada.

Na Europa, os principais índices também seguem em terreno positivo, puxados sobretudo pelo sector automóvel e pelo retalho. O índice de referência para a Europa sobe 0,24% para 322,89 pontos. Apesar desta evolução, o Stoxx600 prepara-se para fechar a semana com uma desvalorização superior a 2,5%, a maior desde o início de Maio.

Os investidores vão hoje estar focados nos dados do emprego que vão ser divulgados nos Estados Unidos. Os economistas consultados pela Bloomberg antecipam que a taxa de desemprego de Junho tenha subido para 4,8% face aos 4,7% do mês anterior.

Na bolsa nacional, o BCP ganha 1,69% para 1,81 cêntimos, numa altura em que o BPI avança uns ligeiros 0,18% para 1,108 euros e o fundo do Montepio segue inalterado em 50 cêntimos.

Já os CTT sobem 1,59% para 6,919 euros.

A contribuir para os ganhos do principal índice nacional estão também a Altri, a Nos e a Sonae. A papeleira liderada por Paulo Fernandes soma 1,03% para 2,93 euros, a Sonae valoriza 2,17% para 65,8 cêntimos e a Nos ganha 0,58% para 5,384 euros, depois de ter revelado, esta sexta-feira, que celebrou um acordo de partilha de conteúdos desportivos com a Vodafone e a Cabovisão, que prevê também a divisão dos custos entre as operadoras.

 

Num comunicado enviado à CMVM, a Nos refere que este acordo contempla a "disponibilização recíproca de direitos de transmissão relativos a eventos desportivos, bem como de direitos de transmissão e distribuição de canais de desposto e canais de clubes, cujos direitos de transmissão sejam actualmente detidos ou venham a ser adquiridos pelas partes".

 

Em alta está também a Mota-Engil, com uma subida de 2,84% para 1,485 euros. A construtora ganhou um contrato de 430 milhões de dólares (390 milhões de euros) no Paraguai, para repavimentar uma via de 835 quilómetros de extensão, descrita no país como a "pior estrada na América do Sul".

 

Por outro lado, a evitar maiores ganhos ganhos do PSI-20 está o sector da energia, com a EDP a perder 0,04% para 2,752 euros, a EDP Renováveis a descer 0,39% para 6,719 euros e a Galp Energia a recuar 0,17% para 12,08 euros.

 

A Pharol, que disparou quase 6% na sessão de ontem, desvaloriza 1,85% para 15,9 cêntimos. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI