Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CMVM averigua condições da OPV da Zon Optimus para trabalhadores

Zon Optimus está esta manhã a realizar uma oferta pública de venda destinada apenas a trabalhadores, vendendo as acções com um desconto de 90%. Regulador está a averiguar a “conformidade do anúncio e da oferta”.

44.º - Carlos Tavares 
Presidente da CMVM tem influência em áreas que envolvem as empresas mais poderosas do país.
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) anunciou esta terça-feira que “está em curso a apreciação da conformidade do anúncio e da oferta” que a Zon Optimus está esta manhã a realizar junto dos seus trabalhadores.

 

O comunicado do regulador surgiu poucos minutos (quinze) antes de terminar o prazo da oferta pública de venda (OPV), cuja conclusão está agendada para as 12h00

 

Num anúncio efectuado já hoje, pelas 00h57, a empresa liderada por Miguel Almeida assinalou que colocou à disposição dos seus trabalhadores acções representativas do seu capital social.

 

A oferta pública de venda, anunciada pelas 00h57, iniciou-se às 01h00 de dia 13 de Maio. O prazo para a sua conclusão era - e foi - as 12h00. Às 11h45, a CMVM fez o comunicado em que assinala a averiguração da "conformidade do anúncio e da oferta".

 

Estavam disponíveis para serem adquiridas pelos trabalhadores um máximo de 1.750.000 acções da Zon Optimus, que correspondem a 0,34% do seu capital social.

 

As acções serão vendidas com um preço base calculado tendo em conta o preço de fecho das acções no dia 12 de Maio, “sendo-lhe aplicado um desconto de 90%”. Os títulos encerraram na segunda-feira nos 5,125 euros logo cada acção será alienada aos funcionários por 0,5125 euros.

 

Na nota enviada à comunicação social, a CMVM indica que está a averiguar “as disposições legais aplicáveis” a este tipo de ofertas.

 

As acções da Zon Optimus estão a desvalorizar 0,49% para 5,10 euros.

 

Ver comentários
Saber mais Zon Optimus OPV CMVM Carlos Tavares
Outras Notícias